Golzinho, campo reduzido e nuvem… muita nuvem: o terceiro dia da Seleção em Teresópolis

Nesta quarta-feira, o técnico Tite visitou os jogadores, que passaram por duas sessões de treinamento. Douglas Santos e Rafinha vão a campo

O segundo dia de treino em campo para a Seleção Olímpica, na Granja Comary, começou cedo, teve uma pausa e depois seguiu sob uma forte neblina.

Pela manhã, os jogadores realizaram treino em campo reduzido com regras bem específicas: eram permitidos apenas dois toques na bola e um somatório de dez, no total, até a tentativa de fazer o gol nas pequenas balizas espalhadas pelo campo.

Neymar em campo, normalmente (Foto: Lucas Figueiredo/MoWa Press)

Além de ajudar parte dos convocados a retomarem contato com a bola, e no aprimoramento da parte física, além da parte tática e objetiva.

Depois da entrevista coletiva dada pelo técnico Tite e o coordenador Edu Gaspar, que visitaram a Granja Comary nesta quarta-feira (20), teve início a segunda sessão de treinamento. Só que a imprensa não conseguiu ver absolutamente nada.

(Foto: Lucas Figueiredo/MoWa Press)

Não que a atividade tenha sido fechada – coisa que o técnico Rogério Micale garantiu que não aconteceria. O problema foi a forte neblina que caiu sobre o CT da Seleção Brasileira. Somente no finalzinho do treino deu para ver algum detalhe, algumas marcações colocadas em campo.

No treino da tarde, só deu para ver a bandeirinha de escanteio e escutar os barulhos dos chutes (Foto: Tauan Ambrosio/Goal.com)

Em entrevista coletiva, o lateral Zeca, do Santos, falou sobre a sua capacidade de atuar em ambos os flancos. O santista também explicou como foi a atividade escondida nas nuvens: “Deu para treinar normal com a neblina, no final ela saiu um pouco mais. Pra você foi um treino fechado, não deu pra filmar, mas pra nós foi produtivo e deu tudo certo. Nunca passei por isso, mas deu pra ver”, disse. Depois, em conversa com os jornalistas, Zeca até brincou: “Dava para fazer tudo, menos arriscar lançamentos”.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Na Seleção, Zeca não escolhe lado | Tite alivia para Neymar | Olimpíadas: carrascos da Seleção


Douglas Santos, lateral-esquerdo que não tinha entrado em campo, participou de toda a atividade no período da tarde. O meia Rafinha, que vem lentamente se recuperando e fazendo um trabalho de prevenção de lesões musculares, também esteve em campo. Deu leves corridas no gramado.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook