Últimas

Jenny Miranda diz que sofreu abuso dos 7 aos 11 anos: 'Não tive infância'

No Paparazzo, modelo contou que orienta a filha, de 12 anos, a tomar cuidados: ‘Ensinei que não deve sentar no colo de homem nenhum’.

Jenny Miranda posa para o Paparazzo (Foto: Anderson Barros / Paparazzo)Jenny Miranda posa para o Paparazzo, em ensaio que vai ao ar neste domingo, 3 (Foto: Anderson Barros / Paparazzo)

Durante o ensaio para o Paparazzo, Jenny Miranda revelou que sofreu muito antes de ser adotada pela cantora Gretchen, aos 17 anos. A modelo, de 27 anos, relata que foi vítima de abuso dos 7 aos 11. Por conta da violência, Jenny diz que foi obrigada a amadurecer prematuramente de forma dura. “Não tive o privilégio de ter infância. Faço um esforço diário para apagar o que vivi nessa fase”.

Durante muitos anos não sentava ao lado de homem no ônibus nem no metrô. Se sentasse algum do meu lado, eu levantava. Tomei trauma de homem”

Jenny

Apesar do desabafo, Jenny prefere não dar detalhes do que viveu nem citar nomes dos envolvidos. Apenas diz que o ato sexual em si não se concretizou durante os abusos, mas que o que passou deixou marcas profundas. “Durante muitos anos não sentava ao lado de homem no ônibus nem no metrô. Se sentasse algum do meu lado, eu levantava. Tomei trauma de homem. Para me libertar disso foi difícil. Sempre fui seca com eles por causa do que vivi e não me apegava a ninguém. Só tive relação com 14 anos, quando já namorava desde os 11, e a primeira vez foi a pior noite da minha vida. Foi muito rápida e peguei birra dele. Foram poucas vezes e acabei engravidando da minha filha.”

Jenny criou sozinha Anna Beatriz até os 6 anos da menina – hoje com 12. Foi quando conheceu o marido, o modelo Odair Lopes. Para que a menina não passe pelo que ela viveu, a modelo diz que é franca e direta com Bia, orientando-a como deve se comportar com os homens. “Não deixo a Bia se sentar no colo de nenhum homem nem dar beijo no rosto. Peço para ela só cumprimentá-los de longe”.

Jenny conta ainda que durante muito tempo sofreu de depressão por conta do abuso. O trauma não foi amenizado nem com a ajuda de psicólogos. “Não me livrei do trauma. Está aqui guardadinho. Quando lembrava, chorava no banheiro. Já fiz terapia nas não adiantou nada. Hoje, por ser mais madura, aprendi a deletar as lembranças.”

Também nos bastidores do enssaio, Jenny contou que só decidiu posar para o Paparazzo depois que Gretchen a autorizou. A cantora já havia incentivado Jenny a participar do Miss Bumbum 2016 – por causa do concurso, aliás, a modelo perdeu nove quilos.


Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook