Últimas

Lembra dele? Ex-Trem da Alegria faz carreira como cantor de rock

Se você era criança nos anos 1980, com certeza se lembra de Luciano Nassyn. Sucesso no grupo infantil Trem da Alegria, o cantor – hoje aos 43 anos – está de volta aos palcos e agora cantando rock. No último sábado, 9, ele comemorou seus 39 anos de carreira com uma apresentação em São Paulo.

Luciano Nassyn no palco (Foto: Luciano Santos / Talentmix)Luciano Nassyn no palco
(Foto: Luciano Santos / Talentmix)

“Foi um grande show. Comemorei meus 43 anos (ele fez aniversário na quinta-feira, 7) e meus 39 de carreira. Cantei minhas músicas novas e algumas do Trem da Alegria”, conta Luciano, que, ao contrário de muitos músicos, não vê problema em relembrar os sucessos do grupo infantil.

“O grupo faz parte da minha vida, não posso renegar algo tão grande quanto o Trem da Alegria. Além disso, algumas pessoas ainda não aceitaram que canto rock. Elas sempre pedem as músicas do grupo, mas dou um jeito de a canção ficar com uma pegada rock’n’roll”, afirma.

As lembranças do grupo não ficam somente nos palcos. Nas ruas, Luciano ainda é lembrado como o garotinho fofo do Trem da Alegria. “As pessoas me reconhecem e acho isso impressionante. Sempre me falam: ‘Você é aquele menino do Trem da Alegria.’ Ao mesmo tempo, tem gente que só conhece o meu trabalho atual e nem sabe que eu fazia parte do grupo”, diz o cantor, que ainda mantém contato com os ex-companheiros.

“Falei com a Patrícia (Marx) estes dias. Ela também fez aniversário. O Juninho (Bill) faz aniversário no mesmo dia que eu. Então temos o pacto de não desejar ‘Parabéns’ um pro outro. Só nos falamos no dia seguinte”, lembra.

Se preparando para lançar seu novo álbum, “Cidade Lunar”, no ano que vem, Luciano adianta que o novo trabalho terá participação de Toni Garrido. “Escolhi as participações por afinidade musical. O Toni é um cara sensacional! Fiz a música ‘Nos Joelhos e Na Alma’ há 15 anos e já imaginava ele cantando comigo. Ficou tão bonito, do jeito que eu imaginava. O Toni tem uma vibração incrível”, elogia o cantor, que também vai dividir os vocais com Wilson Sideral no próximo CD.

Os 39 anos de carreira não guardam arrependimentos, nem mesmo a saída do Trem da Alegria, em 1988. “Não me arrependo. Acho que fiquei no grupo o tempo necessário. Hoje, tenho minha produtora de vídeo e faço clipes de qualidade. Fiz o novo clipe da Adryana Ribeiro. Já penso, inclusive, nos meus próximos clipes. Hoje, com qualquer violão e câmera se faz um vídeo, mas quero algo com qualidade”, garante o cantor.

Luciano Nassyn (Foto: Luciano Santos / Talentmix)Luciano Nassyn (Foto: Luciano Santos / Talentmix)

 


Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook