Mesmo fora de casa e contra líder, Santos não se contenta com empate

Técnico e jogadores do Peixe acreditam que foram melhores e poderiam ter vencido o Palmeiras no Allianz Parque


GOAL Por Allan Brito 


Empatar com o líder do Campeonato Brasileiro na casa dele seria considerado um resultado bom para a maioria dos times. Porém, nesta terça-feira (12), o Santos não ficou completamente satisfeito, apesar do 1 a 1 com o Palmeiras. Todos jogadores e o técnico Dorival Junior entenderam que o time perdeu a chance de sair com a vitória.

Veja as principais declarações pós-jogo:

“Nosso início foi ruim, e esses passes errados acabaram dificultando. Esse talvez tenha sido o ponto mais negativo de todo o contexto. No mais, a equipe se acertou em campo e conseguimos predominar e levar mais perigo que o Palmeiras. Fico feliz que o Santos jogou bem até o fim do jogo, pressionando, sem sair das suas características. Poderíamos ter vencido”.

“Nós evoluímos muito jogando fora de casa, já falei aqui. Tivemos bastante posse, criamos oportunidades, acho que o Santos está no caminho certo, começou a perceber que pode fazer muito mais coisa fora de casa. Isso é um fato importante, agora precisamos de uma sequência um pouco maior”.


Santos comemora gol do empate (Foto: Friedemann Vogel/Getty Images)

“Acho que a gente fez por merecer a vitória. Não desmerecendo o Palmeiras, é uma grande equipe, principalmente jogando aqui. Não só no segundo tempo fomos melhores, no primeiro também tivemos as oportunidades mais claras. Fizemos um bom jogo, conseguimos um bom empate que nos mantém lá em cima. Temos uma vantagem, porque, de 14 jogos, nós jogamos oito fora de casa. Então é seguir assim e pontuar o máximo possível”.

“Tomamos uma dura no intervalo e voltamos diferente. A gente jogou o que vinha jogando, então a equipe está de parabéns”. 

“No segundo tempo só deu nossa equipe, só jogamos no campo de ataque, trabalhamos a bola, criamos. A postura é essa. Se continuar assim, temos tudo para brigar por G-4 e título”.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook