O Mundo é Uma Bola: Reserva na seleção brasileira, Hulk se torna um dos jogadores mais bem pagos do planeta

Hulk é mesmo incrível.

Pelo menos para os chineses, isso é indubitável.

Nesta semana, o Shangai SIPG, quarto colocado no Campeonato Chinês, anunciou a contratação do atacante brasileiro de 29 anos, que atuava desde 2012 pelo Zenit, de São Petersburgo (Rússia).

Hulk desembarca no aeroporto de Xangai; o atacante defenderá  o Shangai SIPG (29.jun.2016/AFP)

Hulk desembarca no aeroporto de Xangai; o atacante defenderá o Shangai SIPG (29.jun.2016/AFP)

O valor da aquisição do paraibano, conforme relatos não oficiais: € 55 milhões (R$ 195,5 milhões). É a contratação mais cara do futebol asiático, superando a de outro brasileiro, Alex Teixeira, que se transferiu no começo do ano do Shakhtar Donetski (Ucrânia) para um outro clube chinês, o Jiangsu Suning, por € 50 milhões.

Hulk tem suas qualidades, a maior delas um potente chute de canhota. É também vigoroso e raçudo. Corre do início ao fim dos jogos. E fez uma ótima Liga dos Campeões da Europa na temporada 2015/2016, marcando quatro gols e dando quatro assistências em sete jogos pelo Zenit.

Mas não é nenhum craque.

Falta-lhe habilidade. É fraco com a perna direita. Não cabeceia bem. Erra passes com frequência. Faz muitas faltas e, consequentemente, recebe muitos cartões amarelos.

Para os chineses do Shangai SIPG, nada disso importa, apenas as virtudes. Sobra dinheiro, e o salário anual de Hulk será de € 12,5 milhões (R$ 44,4 milhões), publicou a ESPN. Por mês, são R$ 3,7 milhões. Sem contar as premiações.

Caso esse valor esteja correto, ele se aproxima do que Neymar, a única superestrela do futebol brasileiro, ganha no Barcelona: US$ 14,5 milhões anuais, segundo a revista “Forbes”. Na nossa moeda, R$ 44,9 milhões. Por mês, R$ 3,87 milhões, já com os bônus incluídos.

A diferença é que Neymar é um tremendo garoto-propaganda e fatura alto em contratos publicitários (cerca de 50% a mais do que com salários).

Hulk comemora gol pelo Zenit contra o Spartak Moscou, no Campeonato Russo (Vyacheslav Yevdokimov -26.set.2015/FC Zenit)

Hulk comemora gol pelo Zenit contra o Spartak Moscou, em partida do Campeonato Russo (Vyacheslav Yevdokimov -26.set.2015/FC Zenit)

Olhando a última lista da “Forbes” dos esportista mais bem pagos, Hulk só ficaria atrás, levando em conta o salário dos futebolistas, de Cristiano Ronaldo (US$ 4,7 milhões por mês, ou R$ 15 milhões), Messi (US$ 4,45 milhões, ou R$ 14,3 milhões), Ibrahimovic (US$ 2,53 milhões, ou R$ 8,1 milhões), Bale (US$ 2,08 milhões, ou R$ 6,7 milhões), Di María (US$ 1,7 milhão, ou R$ 5,45 milhões), Rooney (US$ 1,68 milhão, ou R$ 5,4 milhões), Schweinsteiger (US$ 1,6 milhão, ou R$ 5,1 milhões), Suárez (US$ 1,48 milhão, ou R$ 4,7 milhões), Agüero e Hazard (ambos US$ 1,4 milhão, ou R$ 4,5 milhões), James Rodríguez (US$ 1,26 milhão, ou R$ 4 milhões) e Neymar.

Se considerado o publicado pelo jornal britânico “Guardian”, a cifra sobe, e muito. Seriam £ 16,6 milhões anuais, ou R$ 70,8 milhões. Mensalmente, R$ 5,9 milhões em salário, o que tornaria Hulk um “top 5″ na relação acima.

Tudo isso para um jogador que, no final da era Dunga, era reserva da seleção brasileira – e nem é certo que permaneça na equipe sob o comando de Tite.

Hulk é mesmo incrível.

Em tempo: Com a contratação de Hulk, o Shangai SIPG, dirigido pelo sueco Sven-Göran Eriksson (treinador da Inglaterra nas Copas de 2002 e 2006), terá de se desfazer de um de seus estrangeiros ou relegá-lo ao time B. A regra do campeonato só permite cinco gringos por equipe, sendo que um deles tem de ser de uma nação integrante da Confederação Asiática. O Shangai SIPG tem no elenco o brasileiro Elkeson, o ganês Gyan, o argentino Conca, o marfinense Kouassi e o sul-coreano Kim Joo-young. 


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook