Últimas

Ora Bolas: Messi quer Sampaoli como novo treinador da seleção argentina

AFA está disposta a pagar a multa rescisória do treinador, que acabou de completar um mês no Sevilla



GOAL Por Bruno Andrade


Jorge Sampaoli como substituto de Gerardo Martino não é um sonho exclusivo da AFA (Associação de Futebol da Argentina). O Blog Ora Bolas apurou que Lionel Messi tem confidenciado a pessoas próximas a preferência pelo novo treinador do Sevilla. O craque do Barcelona, aliás, também já começou a repensar a decisão de nunca mais defender a seleção argentina.

Ciente do desejo de Messi, dirigentes da AFA se reunirão com o Sampaoli nos próximos dias e estão dispostos a fazer uma “loucura financeira” para tirá-lo da equipa espanhola. A multa rescisória do treinador de 56 anos está avaliada em 8 milhões de euros (cerca de R$ 29 milhões).

Dirigir a seleção da Argentina sempre foi uma meta profissional de Jorge Sampaoli. Ele está balançado com o interesse, mas, por outro lado, afirmou na última quinta-feira que seria uma irresponsabilidade sair do Sevilla agora.

“É certo que a Federação Argentina me chamou para propor o cargo, mas não chega no momento oportuno. Meu desejo é dar satisfação à torcida do Sevilla. Disse em diferentes ocasiões que eu gostaria de dirigir a seleção argentina, mas neste momento seria irresponsável, temos dois títulos em jogo em poucos dias”, declarou.

Sampaoli completou nesta semana apenas um mês no Sevilla. Além de um salário de aproximadamente 3,5 milhões de euros (cerca de R$ 12,5 milhões) por temporada – além de bonificações, o ex-comandante da seleção do Chile tem recebido os reforços que pediu antes mesmo da assinatura de contrato, entre eles Ganso (ex-São Paulo) e Franco Vázquez (ex-Palermo). Rodrigo Caio, do São Paulo, pode ser o próximo .

Outros alvos da seleção argentina    

Apesar de ser o preferido para assumir a seleção argentina, Jorge Sampaoli não é o único treinador na mira. A AFA já recebeu um “não” de Marcelo Bielsa (sem clube), Maurício Pochettino (Tottenham) e Diego Simeone (Atlético de Madrid), mas também ouviu e deixou em “stand-by” Edgardo Bauza (São Paulo), Miguel Angel Russo (Vélez Sársfield), Ramón Diaz (sem clube) e Carlos Bianchi (sem clube). Eduardo Berizzo, do Celta de Vigo, é outro nome estudado no momento.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook