Últimas

Palmeiras 1 x 1 Santos: Em noite de recorde no Alllianz Parque, Verdão e Peixe apenas empatam

Foi o terceiro empate em três confrontos entre os rivais em 2016

Em noite de recorde de público no Allianz Parque, um resultado frustrante, mas que, no fim das contas, acabou servindo aos interesses de Palmeiras e Santos, que fecharam a 14ª rodada do Campeonato Brasileiro nesta terça-feira. Diante de 40.035 torcedores, o Verdão saiu na frente no primeiro tempo, mas acabou sofrendo o empate do Peixe na etapa final. Os gols foram marcados por Yerry Mina e Gabriel.

O empate devolveu ao Palmeiras a liderança isolada do Brasileirão, mas agora a apenas um ponto do segundo colocado, Corinthians. Já o Santos alcançou o objetivo de entrar no G4, subindo para a quarta colocação, porém com os mesmos 23 pontos de Atlético-PR, Flamengo e Ponte Preta.

O Jogo

Como já virou costume com o Palmeiras de Cuca, os primeiros minutos de jogo foram uma verdadeira blitz do ataque palmeirense. O esforço não tardou a dar resultado e, logo aos 7 minutos, Mina foi no terceiro andar no meio da defesa do Santos para completar, de cabeça, um escanteio de Dudu: 1 a 0. O Santos quase empatou cinco minutos depois, num lance de pura malandragem em cobrança rápida de falta que gerou revolta entre os palmeirenses.

Ainda melhor na partida, o Verdão criou boas oportunidades, mas começou a sofrer com lesões. Aos 13 minutos, Moisés pediu substituição após sentir um problema na coxa. Aos 46 foi o autor do gol, Mina, quem desabou e deixou o gramado chorando. Na etapa final, o Santos voltou menos acuado e passou a pressionar. Mais leve, o Peixe tirou proveito de todos os desfalques e causou problemas. O gol de empate, porém, contou com a sorte; aos 11 minutos, Gabriel dominou a bola fora da área e bateu para o gol. A bola desviou em Vitor Hugo e matou totalmente o goleiro Fernando Prass: 1 a 1.


Os palmeirenses celebram o gol que deu a vantagem ao time no primeiro tempo (Friedemann Vogel/Getty Images)

O Palmeiras teve duas boas chances, com Leandro Pereira, que bateu para fora, e Dudu, que fez ótima jogada dentro da grande área mas parou nas mãos de Vanderlei. Mas quem esteve mais perto foi o Santos, que teve mais fôlego nos minutos finais. Aos 34, Victor Ferraz rolou para o meio, a zaga palmeirense afastou mal e Thiago Maia ficou livre com a sobra, de frente para o gol, e aí… Isolou.

O Palmeiras volta a campo no próximo domingo, quando vai ao Beira-Rio enfrentar o Internacional, em crise e, por enquanto, ainda sem treinador. Já o Santos entra em campo no dia anterior, na Vila Belmiro, onde recebe a Ponte Preta.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook