Últimas

Quem vai assumir? As melhores opções para o comando do Internacional

Direção do Colorado definiu perfil do novo comandante: um treinador experiente e brasileiro

Após a derrota para o Santa Cruz, por 1 a 0, Argel foi demitido. O Interncional procura então um novo treinador. Depois de apostar em um estrangeiro no início do ano passado, Diego Aguirre, o Colorado quer um nome experiente, mas brasileiro para a sequência do Brasileirão.

Entre os nomes citados para a função, três se destacam. Mano Menezes, Abel Braga e Celso Roth, com o primeiro sendo o preferido. A principal dificuldade, já que o técnico está sem clube, seria o relacionamento com o presidente do Inter, Vitorio Piffero, abalado após bate-boca no ano passado.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Quaresma vai vender medalha? | Resumo completo da Euro 2016 | “Eu ri a primeira vez que vi CR7 jogar”


O dinheiro, segundo o vice de futebol Carlos Pellegrini, “Não é um problema”. “Precisamos de um treinador que consiga reconduzir este grupo extremamente jovem, que tem muita competência e que sabemos que pode render bem mais”, garantiu o dirigente.

co

Porque contratar: O ex-técnico da Seleção deseja assinar por mais de dois anos, mas se o Inter convencê-lo a um contraro curto, até dezembro, seria o melhor nome. Além de ter história no futebol gaúcho, fez bons trabalhos no Corinthians, no Grêmio e no Cruzeiro. Deixou a China e está sem clube.

Porque não contratar: A confusão entre Mano e Piffero, no ano passado, é o grande problema, que teria que ser contornado.. Um relacionamento entre técnico e dirigente já começaria problemático. Em 2015, o presidente disse que Mano “não era técnico para o Inter”. Mano respondeu que “um técnico precisa de confiança do presidente”.

Porque contratar: Foi campeão mundial de 2006 com o Inter e está no Brasil, de olho no mercado. Ainda não acertou com um clube, mas também desejaria voltar com a atual direção. Ele não gostou de não ter sido procurado para renovar contrato entre 2014 e 2015 prevalece. Rumores apontam que estaria acertado com integrantes dos movimentos de oposição a Piffero.

Porque não contratar: Poucos motivos para isso. Seria um bom nome para “arrumar a casa” do Inter e mesclar a juventude e a experiência do grupo de jogadores.

Porque contratar: É o nome perfeito para treinar a equipe por apenas seis meses, quando novas eleições acontecerão. Seria o mais indicado, pois mora em Porto Alegre, conhece o time do Inter e estaria disposto a aceitar o contrato curto. Foi campeão da Libertadores com o Colorado.

Porque não contratar: Poucos motivos também. Pode fazer um trabalho satisfatório se assumir, ainda que não seja o nome dos sonhos da torcida.

Na sua opinião, quem deve assumir o Colorado?


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook