Últimas

Relembre declarações polêmicas do prefeito do Rio sobre a Olimpíada

Nesta segunda-feira (11), o prefeito do Rio, Eduardo Paes, deu mais uma declarao polmica em relao aos Jogos Olmpicos do Rio. Desta vez, Paes afirmou em entrevista os jornal britnico “The Guardian” que a Olimpada uma “oportunidade perdida”.

Durante o ano olmpico, o prefeito viveu momentos otimistas e pessimistas. Relembre-os.

Vanderlei Almeida – 21.jun.2016/AFP
Rio's mayor Eduardo Paes, offers a press conference on June 21, 2016 in Rio de Janeiro, Brazil, to give the figures of the cost of the works carried out for the Olympic and Paralympics Games Rio2016. / AFP PHOTO / VANDERLEI ALMEIDA
O prefeito do Rio, Eduardo Paes, durante entrevista coletiva

*

11/01/2016 — “No s roubalheira”

“Quando eu digo que a Olimpada do Brasil, porque precisamos mostrar que o pas no s Lava Jato, s roubalheira, no s falta de planejamento, com obra no terminando no prazo”, em entrevista exclusiva Folha.

28/01/2016 — Poluio da Baa de Guanabara

“Para mim a baa de Guanabara no um tema olmpico, mas sim da regio metropolitana. um desafio e no tivemos o problema resolvido ali”, disse sobre a poluio da Baa.

12/02/2016 — Zika

“No quero minimizar o vrus da zika. um problema do Brasil. No um tema olmpico. Temos um fato que um desconhecimento sobre a zika. Temos mais casos de dengue do que de zika”, disse Paes, aps visita s instalaes reformadas do Parque Aqutico Maria Lenk, local das competies de polo aqutico e saltos ornamentais.

02/05/2016 — “Choror e vergonha na cara”

J est atrapalhando demais o Rio esse choror. Agora est na hora de trabalhar. Confio no governador Dornelles e espero que ele coloque o secretariado para arregaar as mangas e pare de tanto bl-bl-bl. muita reclamao o dia inteiro”, disse contrariado com o roubo de equipamentos de duas redes de TV alems.

“O Albert Schweitzer e o Rocha Faria custavam R$ 500 milhes e estamos pagando R$ 300 milhes. Se tiver vergonha na cara, capacidade gerencial e administrao, vai resolver os problemas”, afirmou sobre o risco de interrupo no servio estadual de sade durante a Olimpada.

21/06/2016 — “Quebrado”

“A Prefeitura quem banca a maior parte da Olimpada. Se fosse para algum estar quebrado por causa dos Jogos era o municpio, no o Estado. A crise do Estado no por causa dos Jogos”.

“O Estado est fazendo em cinco, seis anos o que no fez em toda a histria do metr. Conseguiu construir 16 quilmetros numa regio muito complicada. O Estado conseguiu um milagre”.

04/07/2016 — “Trabalho terrvel”

” [A segurana] o tema mais importante no Rio, e o Estado est fazendo um trabalho horrvel. Eles esto falhando em cuidar da segurana”, disse em entrevista exclusiva ao canal “CNN”.

05/07/2016 — Chicago, Nova York ou Londres

“O que nos fez sensibilizar os eleitores do Comit Olmpico Internacional foram as mazelas do Rio de Janeiro. Mostramos cenas de engarrafamento, enchentes, problemas de infraestrutura. Essa foi a razo pela qual vencemos os jogos. No venham aqui esperando Chicago, Nova York ou Londres. Comparem o Rio com o Rio”, disse o prefeito, que participou da inaugurao do Museu da Cidade Olmpica, ao lado do Engenho.

11/07/2016 — “Oportunidade perdida”

Essa uma oportunidade perdida. No estamos nos apresentando bem. Com essa crise econmica e poltica, com todos esses escndalos, este no o melhor momento para estar nos olhos do mundo.”

“Nunca houve tanta transformao nesta cidade para as pessoas pobres [do Rio]”, disse Paes. “Os Jogos Olmpicos so uma grande inspirao para que as coisas sejam feitas.”


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook