Últimas

Rivaldo afirma que Espanhol era mais difícil na sua época, mas elogia MSN: "Está uma maravilha"

Ex-camisa 10 do Barcelona revela que sofria pressão parecida com a de Lionel Messi

Convidado para o evento de anúncio de parceria do game PES 2017 com o Barcelona, Rivaldo voltou ao Camp Nou, onde brilhou pelo clube catalão entre 1997 e 2002, sendo inclusive eleito pela Fifa o melhor do mundo em 1999.

O pentacampeão mundial em 2002 acredita que a La Liga era mais disputada e equilibrada no período em que jogava. Ele admitiu que compreende a pressão em cima de Messi e lembra que os adversários dos grandes espanhóis eram mais fortes na sua época do que são hoje.

“São épocas diferentes. Eu era feliz naquela época, e o Messi agora é feliz. O futebol mudou bastante, e a gente vê que o Barcelona e o Real Madrid estão sobrando. A gente tem que ser sincero, e tecnicamente o futebol mudou muito. Muitos jogadores de outras equipes são bem inferiores em relação àquela época”, afirmou Rivaldo ao Globoesporte.com.

(Foto: Getty Images)


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Que tal o Neymar, Gabriéis? | Simeone quer Griezmann na BdO | Time das Estrelas da Europa


“(O trio MSN) está uma maravilha. Quem gosta de futebol e de ver gol é só ver o jogo do Barcelona. O Suárez está sempre marcando gol, no final do Campeonato Espanhol meteu muitos gols e saiu como artilheiro. Ele, Messi e Neymar são grandes jogadores. Quem desfruta são os torcedores que vêm ao estádio e assistem pela televisão. Isso é bom para o futebol”, afirmou ele.

“Eu tinha uma pressão um pouco parecida (com a do Messi), porque eu tinha que decidir as coisas para o Barcelona. A pressão era muito em cima do Rivaldo, por ser brasileiro, por ter sido melhor do mundo, pela saída do Ronaldo para o Inter de Milão (em 1997). Então, eu tive uma pressão muito grande aqui. Mas graças a Deus dei conta do recado. Foram cinco temporadas em que a torcida desfrutou do meu futebol, então por isso hoje sou ídolo do Barcelona”, concluiu ele.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook