Últimas

Rodriguinho se defende de críticas: ‘Não posso ser cobrado para decidir todos os jogos’

Um dos destaques da vitória contra a Chapecoense, jogador pediu para não ser cobrado por gols e assistências

Autor de uma assistência e um gol nos dois últimos jogos do Corinthians, Rodriguinho vinha sofrendo com as críticas de grande parte da torcida que estava impaciente com o futebol apresentado pelo jogador, que vem atuando na maioria dos jogos desde a temporada passada fora da sua posição de origem.

Em entrevista coletiva nesta terça-feira (12), no CT Joaquim Grava, o camisa 26, que é meia de origem, mas vem atuando como volante, se defendeu dos críticos.

“Às vezes, algumas pessoas não veem certas coisas. Se não dou assistência ou faço gol, já falam que joguei mal. Mas estou atuando como volante. Tenho de marcar e ajudar na saída de bola. Algumas coisas vão ser da circunstância do jogo. Não posso ser cobrado para decidir todos os jogos porque não sou meia, nem atacante”, declarou.

“Não é uma reclamação, nem um desabafo, é só uma coisa que acontece. Tento nem escutar certas coisas, tento ouvir de pessoas que venham a somar na sua vida, pessoas inteligentes. Isso que me ajuda a crescer como profissional”, acrescentou.

Por fim, Rodriguinho falou sobre o período de adaptação que passou ainda sob o comando de Tite para jogar como volante,

“Foi um pouco difícil no começo. Quando cheguei aqui, não era muito combativo e não brigava pela bola. Isso da competitividade foi passado a mim nos treinos. Eu me adaptei a essa nova função, precisa marcar um pouco mais, mas venho de trás com a bola e com uma visão melhor. Estou me adaptando bem e feliz de jogar ali”, concluiu.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Pedro Henrique vira desfalque por até um mês | Os gols da 14º rodada | O dedo de Cristóvão no Timão



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook