São Paulo é prejudicado por árbitro confuso e perde para a Ponte Preta

Prejudicado pela arbitragem confusa, o São Paulo perdeu para a Ponte Preta, neste domingo (3), em Campinas, por 1 a 0.

Logo aos oito minutos de jogo, o árbitro tomou uma decisão polêmica e expulsou um jogador são paulino, complicando a situação do time tricolor, que já havia começado a partida com uma escalação toda reserva.

O lateral esquerdo Matheus Reis cometeu falta dura em Matheus Jesus e recebeu o cartão amarelo. No entanto, após ver o tamanho da marca nas canelas do ponte pretano, o árbitro Vinicius Furlan decidiu voltar atrás e expulsar o jogador são paulino.

A decisão gerou muita reclamação do time do Morumbi. Indignado, o técnico da equipe, Edgardo Bauza, entrou em campo e foi expulso também.

No entanto, o treinador ainda permaneceu no banco até os 15 minutos de jogo. Confuso, o árbitro deixou o jogo seguir mesmo assim.

Quando Bauza foi convencido pelo quarto árbitro a sair, deixou o campo passando pelo meio do gramado.

Com um jogador a mais, a Ponte dominou a partida até o final. No primeiro tempo, não conseguiu transformar a superioridade na posse de bola em gols, mas no segundo conseguiu fazer o gol da vitória com Clayson, após boa jogada do lateral esquerdo Reinaldo, que é jogador do São Paulo, mas está emprestado.

Com a derrota, o São Paulo permanece com 18 pontos. A Ponte chega a 20 pontos e sobe na tabela de classificação. Os times ainda aguardam o fim da rodada para saber em que posição terminam na 13ª rodada.

O São Paulo volta a campo nesta quarta (6) para a partida mais importante do ano no futebol brasileiro. Contra o Atlético Nacional (COL), o time tricolor joga a primeira partida da semifinal da Libertadores, no Morumbi, às 21h45.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook