São Paulo rompe com torcidas organizadas após confusão no Morumbi


Clube tricolor repudiou atos de violência e não deve mais dar ingressos nem dinheiro

O São Paulo não vai mais ajudar financeiramente as torcidas organizadas do clube. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira principalmente por causa da confusão após o jogo contra o Atlético Nacional, na quarta.

Membros de torcida organizada entraram em confronto com torcedores “comuns” e depois fizeram do Morumbi um palco de guerra lutando contra a polícia. Houve relatos de tentativas de furto e invasão por parte das organizadas.

Com isso, o presidente Leco resolveu que não vai mais dar ingressos para as torcidas e nem ajudá-las financeiramente nos desfiles de escolas de samba, como fazia até agora.

Confira a nota oficial:

O São Paulo Futebol Clube vem a público manifestar seu veemente repúdio aos episódios de violência ocorridos no entorno do Estádio do Morumbi, após o jogo da última quarta-feira. Inúmeros relatos e imagens de torcedores e autoridades deixam evidente a associação entre os atos lamentáveis e membros identificados como participantes de torcidas organizadas. 

Mesmo sabendo que parte expressiva destes agrupamentos de torcedores é constituída de cidadãos bem intencionados, o São Paulo não compactua, em hipótese alguma, com o comportamento de uma minoria. Nossa intenção é sempre prestigiar o verdadeiro torcedor, apaixonado pelo clube, que merece todo respeito.

Em nome destes torcedores, o São Paulo formaliza que não vai manter mais nenhum tipo de relação com as torcidas organizadas, em qualquer aspecto. Por fim, fará todos os esforços ao seu alcance, junto com as autoridades competentes, para assegurar que cenas lamentáveis como aquelas não se repitam, em respeito à história do Clube e à paixão dos torcedores.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook