Últimas

Servidores da Educação de AL lavam calçada de secretaria durante protesto

Auxiliares de administração pedem reivindicações trabalhistas. Eles simbolizaram limpeza da sujeira que está na educação de Alagoas.

 

Integrantes do Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar da Rede Estadual de Educação (SAE-AL) realizaram um ato, nesta quarta-feira (13), em frente à Secretaria de Educação (Seduc), em Maceió, para reinvidicar por direitos trabalhistas.

Segundo o sindicato, os manifestantes lavaram a calçada da Seduc durante o ato para simbolizar a limpeza de "toda a sujeira que está a educação em Alagoas e que há anos travam o pagamento dos direitos trabalhistas da categoria".

A categoria ainda reclama da burocracia que entrava o pagamento de direitos aos servidores como o auxílio-transporte, insalubridade e periculosidade.

Segundo o presidente do SAE, Daniel Calisto, a categoria reivindica, entre outros pontos, progressão funcional, concursos públicos, fim do desvio de função e reajuste salarial em 25%.

"Queremos discutir o piso salarial e o resto das reinvindicações. Desde 2008 não temos concurso público. Essa falta de respeito levou a categoria a fazer o ato em frente à Seduc", disse Calisto.

A assessoria da Seduc está analisando a situação para depois encaminhar um posicionamento sobre o assunto.

O protesto, que começou às 9h e acabou ao meio-dia e meia, não afetou o funcionamento da secretaria.

 

 

G1

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook