Silvio Costa Filho é oficialmente confirmado como vice de João Paulo

A chapa re
A chapa rene cinco partidos e espera eleger de oito a dez vereadores para a Cmara do Recife. Foto: Julio Jacobina/DP

Após um intenso processo de diálogo entre PT, PTB, PRB, PTdoB e PTN, o nome do deputado Sílvio Costa Filho (PRB) foi confirmado oficialmente, nesta sexta-feira (15), como candidato à vice na chapa encabeçada pelo ex-prefeito João Paulo (PT). A união, que já era dada como certa desde a última terça-feira (12), quando o ex-presidente Lula selou a parceria, foi anunciada à imprensa na sede do PRB. Com isso, Costa Filho oficialmente desiste de sua pré-candidatura à Prefeitura do Recife para reforçar o palanque do PT na capital pernambucana.

Em um evento que contou com a presença dos principais líderes políticos dos cinco partidos, o discurso predominante foi o de unidade das siglas, que fazem oposição ao prefeito Geraldo Julio (PSB) e são contrárias ao impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). O deputado Sílvio Costa Filho salientou que o momento era o “mais importante” de sua vida pública. “Trabalhamos para uma candidatura própria, mas o quadro foi se modificando. Entendemos que a melhor posição seria o entendimento no sentido programático para a cidade, e a união com o prefeito João Paulo para apresentar uma agenda para a cidade do Recife”, afirmou.

João Paulo, por sua vez, afirmou que a ida de Silvio para o seu palanque é importante para levar “a força da juventude” para sua campanha. O petista ainda lembrou que foi difícil costurar uma unidade interna no PT para concretizar a aliança. “Não caiu do céu. Isso foi uma verdadeira construção. Uma obra da engenharia moderna. Primeiro porque administrar nosso partido não foi fácil. Uma coisa que parecia impossível era o PT sair com uma unidade. Conseguimos dar um grande passo”, destacou. A expectativa é de que a chapa consiga eleger de oito a dez vereadores para a Câmara Municipal do Recife.

Durante o evento, lideranças como o senador Armando Monteiro (PTB), que articulou a ida de Silvio Costa Filho, assim como os demais aliados, salientaram que, ao longo dos oito anos em que João Paulo governou o Recife (2000 a 2008) ele priorizou sua gestão para os menos favorecidos. Também salientaram a trajetória de Costa Filho como líder da oposição da Assembleia Legislativa de Pernambuco e o fato de ser uma liderança jovem.  Armando Monteiro definiu a chapa como “o melhor da referência política com a inspiração, que vai nos conduzir ao futuro melhor para a cidade do Recife”

O senador ainda afirmou que a parceria não tem relação com o pleito de 2018. “Aqui não tem preço político. Nós temos absoluta liberdade para caminhar, porque nosso compromisso hoje é oferecer o melhor para a cidade do Recife. E esse nosso acordo não tem preço de reciprocidade”, disse. No entanto, em seu discurso, o deputado federal Sílvio Costa (PTdoB) salientou que tratava-se de um “jogo de dois tempos”. “O nosso centro-avante de 2018 está de preto e branco aqui”, disse, referindo-se ao petebista.

Pautas polêmicas
Apesar do clima de unidade, um dos pontos que pode gerar divergências entre PT e PRB é a questão da defesa de pautas consideradas polêmicas. Enquanto o PT posiciona-se publicamente a favor do casamento de pessoas do mesmo sexo, do aborto, do feminismo e em defesa de minorias, o PRB tem um posicionamento mais conservador. “Do ponto de vista do PRB não há dificuldade de discutir esse tema, até porque precisamos discutir sim de maneira mais afirmativa, mais aberta possível todos os temas e as políticas transversais das minorias”, destacou Silvio Costa Filho, salientando que o partido não é ligado à Igreja Universal do Reino de Deus. “O PRB hoje é formado por mais de 25 deputados federais, é o partido que proporcionalmente mais cresceu no Brasil, e cada um tem seus pensamentos e convicções.”

Nacionalmente, o PRB integra a base do governo do presidente interino Michel Temer (PMDB). Questionado se havia algum tipo de incômodo, João Paulo salientou que a parceria era numa disputa local. “Tanto que não houve impedimento por parte do PRB nacional da composição aqui. Então não vamos ter dificuldade”, resumiu.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook