Últimas

Supremo autoriza quebra de sigilo telefônico de Eduardo Cunha

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, autorizou nesta sexta-feira a quebra do sigilo telefônico do deputado e presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), investigado pela Operação Lava Jato. A informação é do jornal Folha de S.Paulo.

Por outro lado, Zavascki rejeitou que a mesma medida se aplicasse ao senador Edison Lobão (PMDB-MA).

Segundo o jornal, o período da suspensão do sigilo será o dia 18 de setembro de 2011, entre 19h e 21h, com o objetivo de determinar a localização do parlamentar no momento citado. A quebra do sigilo foi solicitada pela defesa do próprio Cunha na ação penal. A estratégia é confrontar a teoria de que o deputado teria pressionado o empresário Júlio Camargo a retomar o pagamento de US$ 5 milhões em propina pelos contratos de navios-sonda da Petrobras.

Já no caso de Lobão, Teori considera que não existem elementos suficientes para justificar a suspensão do sigilo. 

Mais informações em instantes


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook