Últimas

Suspeito de matar amigo de infância no Agreste alagoano continua solto

O principal suspeito de executar a tiros um amigo de infância em meados de junho continua em liberdade. O crime aconteceu no último dia 18 no centro da cidade de Feira Grande, cidade localizada no Agreste alagoano.

De acordo com testemunhas, a vítima, Willames Pereira Santos, foi morta após uma discussão de trânsito em frente a prefeitura de Feira Grande.

O suspeito, identificado como Fagner Wesley, fugiu do local.

A equipe de reportagem do Portal 7 Segundos entrou em contato com a assessoria de comunicação da Delegacia de Homicídios de Arapiraca, que está a frente deste caso, e foi informada de que Fagner não foi preso porque não houve flagrante, mas que uma semana após o crime ele se apresentou voluntariamente e prestou depoimento.

Ainda segundo a assessoria da PC, o inquérito sobre este crime está sendo finalizado e logo em seguida será encaminhado para a Justiça, que decidirá pela prisão ou não de Fagner.

Um homem, que se apresentou como testemunha ocular do crime, procurou a equipe de reportagem do Portal 7 Segundos e deu detalhes sobre o que aconteceu no momento do homicídio.

"O crime aconteceu na calçada da prefeitura por volta das 21:40. A vítima (William) estava na rua sentado em sua moto e conversando com um amigo, um veículo ao lado do outro. Faguinho (como é conhecido o suspeito) chegou por trás já xingando e buzinando", relatou.

"William e o amigo (identificado como Fernando) abriram passagem para que Faguinho passasse, mas ele parou o veículo e começou a discutir com os outros dois. Em seguida, ele pegou uma arma, desceu do veículo e atirou na cabeça de William", continuou.

"O primeiro tiro atingiu a cabeça de William. Em seguida, Faguinho efetuou pelo menos mais seis disparos", disse.

William Pereira Santos era casado e tinha dois filhos, um garoto de nove anos e uma garota de apenas três.

 

7 segundos

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook