Suspeitos negam estupro a jovem em Penedo.

Uma garota, menor de idade, foi vítima de um estupro coletivo promovido por cinco homens, no município de Penedo. O caso ocorreu no dia 26 de junho deste ano, mas só foi divulgado nesta quarta-feira, 20, após a prisão de quatro envolvidos. Os acusados foram apresentados à imprensa alagoana em entrevista coletiva na sede da Secretaria de Segurança Pública.

O delegado que presidiu o inquérito, responsável pela Regional de Penedo, Guilherme Iusten, contou em detalhes como se deu o crime e como chegou aos acusados, presos ontem e hoje, nos municípios de Penedo (AL) e Neópolis (SE). Apenas um integrante do grupo permanece foragido e seu nome não será divulgado para não atrapalhar as buscas.

Iusten conta que a jovem e suas amigas foram convidadas a participar de uma festa na localidade conhecida como Rocheira, em Penedo. Ela e as amigas foram inclusas em um grupo de whatsapp intitulado “Domingo Cultural”,  criado para divulgar a festa, que seria regada a bebidas e drogas.

No dia da festa (26/06) os suspeitos teriam colocado droga em sua bebida, no momento em que foi ao banheiro. Pouco tempo depois as amigas perceberam que a adolescente estava perdendo os sentidos. Cinco rapazes se prontificaram a leva-la para a residência de um deles, onde fariam o suposto socorro. As amigas garantem que tentaram impedir, em vão.

Depoimento da vítima

A vítima contou que acordou parcialmente em um lugar estranho com cinco pessoas a sua volta. E apesar de desnorteada, ela lembra de dois deles cometendo o estupro. A jovem conta que “apagou” novamente e acordou no dia seguinte com um homem despido ao seu lado na cama. Naquele momento ela pensou em procurar a polícia, mas teve medo e vergonha.

A coragem só veio no dia 10 deste mês quando um amigo lhe enviou um vídeo onde ela aparece sendo estuprada pelo grupo citado. Os rostos não aparecem, apenas as vozes, mas ela se reconheceu pelas tatuagens. A vítima procurou a polícia, contou todos os detalhes ao delegado, que representou junto ao Ministério Público Estadual para pedir as prisões preventivas dos cinco suspeitos.

Sobre o Vídeo

Durante a coletiva o delegado contou que o vídeo é chocante pela violência. A jovem aparece nas imagens completamente ensanguentada, gemendo de dor, enquanto os agressores se divertem.

Somente após a repercussão do vídeo, a população de Penedo foi informada do caso. O delegado conta que quando o Conselho Tutelar da cidade o procurou ele já estava com os mandados de prisão, busca e apreensão e sigilo telefônico dos cinco envolvidos, que foram expedidos pela juíza da 4ª Vara de Penedo.

Acusados

Foram presos: Klebson Campos, 36 anos; Gilberto Nunes de Oliveira Junior; Isack Barbosa Ribeiro 36 anos e Ricardo Diego Pereira Santos, 29 anos, pelos crimes de estupro de vulnerável, fornecimento de bebida alcoólica para menores, divulgação de imagens de menores e tráfico de drogas.

Os envolvidos serão conduzidos para a Delegacia Regional de Penedo, onde prestarão depoimento e posteriormente serão encaminhados à Casa de Custódia de Arapiraca.

Da redação com Alagoas 24 horas.

 

Da redação com Alagoas 24 horas

Foto TNH

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook