Últimas

Temos o efetivo necessário, diz ministro sobre Força Nacional para os Jogos

O ministro da Justia, Alexandre de Moraes, apresentou na tarde desta tera (5) parte da equipe da Fora Nacional que atuar no Rio durante a Olimpada. Os agentes sero responsveis pela segurana interna das arenas e pela rea externa dos locais de competio.

Alexandre de Moraes disse que no revelaria qual o nmero de agentes da Fora atuar nos Jogos. “Temos todo o efetivo necessrio para as funes que nos foram atribudas”, disse o ministro.

A Folha apurou que dos 9.600 previstos inicialmente, ou seja, todos os inscritos na Fora Nacional no Brasil, viro ao Rio 6.000 agentes. Cinco mil j integram os quadros da Fora. Outros mil foram pedidos pelo governo federal ao Estado de So Paulo, que atendeu a solicitao.

Paulo Lisboa – 21.jun.2016/Brazil Photo Press/Folhapress
O ministro da Justi
O ministro da Justia, Alexandre de Moraes, durante entrevista

“So Paulo vai suprir os faltantes dentro das instalaes. Garanto que haver absoluta segurana”, disse.

Na cerimnia de apresentao havia mil agentes de todos os Estados do pas mais o Distrito Federal. Eles sero divididos em cinco equipes para a segurana das arenas.

O evento aconteceu em frente arena Carioca 1, no Parque Olmpico da Barra da Tijuca, zona oeste do Rio.

“O esquema de segurana foi elaborado por experts do COI [Comit Olmpico Internacional]. Tenho certeza que tudo dar certo”, afirmou o presidente do COB (Comit Olmpico do Brasil), Carlos Arthur Nuzman.

TROCA DE TIROS

Na noite desta segunda (4) equipes da Fora Nacional de Segurana se envolveram numa troca de tiros, no entroncamento entre a avenida Brasil e a Linha Amarela, duas das principais vias de acesso ao Rio. Um dos disparos atingiu o veculo do grupo. Nenhum policial foi ferido.

De acordo com uma gravao que seria de um agente da Fora, o grupo se viu no meio de um tiroteio e precisou revidar. A assessoria do Ministrio da Justia confirmou o ataque e que os disparos no tinham nada a ver com o trabalho do grupo.

CRTICAS

A um ms do incio do evento mundial, o prefeito do Rio de Janeiro disse que o governo fluminense est fazendo um “trabalho horrvel” na rea e segurana e citou o reforo nacional como uma soluo para a situao estadual.

Ele tambm comemorou o fato de o setor no ser responsabilidade apenas do governo do Estado durante os Jogos.

“Vai ter a Fora Nacional de Segurana, o Exrcito, a Marinha. Todos estaro aqui. Acho que eles fazem um trabalho terrvel na segurana, antes e depois dos Jogos. Ainda bem que no sero os responsveis pela segurana durante os Jogos”, afirmou.

Vanderlei Almeida – 21.jun.2016/AFP
Rio's mayor Eduardo Paes, offers a press conference on June 21, 2016 in Rio de Janeiro, Brazil, to give the figures of the cost of the works carried out for the Olympic and Paralympics Games Rio2016. / AFP PHOTO / VANDERLEI ALMEIDA
O prefeito do Rio, Eduardo Paes, durante entrevista coletiva

Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook