Tony Gel lança pré-candidatura em Caruaru

Foi batido o martelo e o PMDB terá candidato próprio na disputa por Caruaru. O deputado estadual Tony Gel (PMDB) convocou, nesta quarta-feira (21) uma reunião para anunciar sua pré-candidatura ao Executivo da cidade em uma chapa que contabiliza, até o momento, o apoio de sete partidos – PMDB, PSD, SD, PP, PMB, PV e PSDC. “Eu tinha recebido o aval do deputado (federal Jarbas Vasconcelos) e chamei uma conversa hoje para anunciar que coloco meu nome à disposição do partido”, disse. A convenção dos peemedebistas em Caruaru, validando as candidaturas, tem previsão para ocorrer no dia 4 de agosto.

De acordo ele o próximo passo será definir o nome do vice. As conversas com os partidos devem ser fechadas já na próxima semana. “Ainda não pensamos nesta questão. Há muitos nomes em todos os partidos que fazem parte do nosso grupo e essa tarefa vamos exercitar com cuidado.” Ele não adianta possíveis nomes, mas durante a coletiva foram especulados os do empresário do PSD, Adjar Soares e do radialista Davi Cardoso, que se afastou da rádio para colocar o nome à disposição da sigla para as eleições. O anúncio da pré-candidatura foi dado no escritório político dele, em Caruaru.

Tony Gel evitou críticas aos adversários, os pré-candidatos Raquel Lyra e Jorge Gomes. “Tenho o maior respeito com os meus adversários e me dou bem com a deputada Raquel Lyra, com o vice-prefeito Jorge Gomes e até quem era o meu adversário mais ferrenho (Zé Queiroz), hoje eu tenho uma boa relação. Então vamos ter uma campanha de muito respeito”. Ele disse, ainda, estar tranquilo sobre o compromisso de Paulo Câmara não marcar presença em palanques na cidade. “Eu quero crer que sim (vai manter a isenção). Ele tem dito que foi apoiado por todas as forças aqui – eu, Raquel (Lyra), (José) Queiroz.. . Então ele entendeu que não seria bom vir aqui tomar partido, mesmo tendo um candidato do partido dele. Ele assegurou que aqui não estaria”.

Esta é a primeira eleição em que a cidade poderá ter segundo turno. No início do ano o ex-governador João Lyra (PSDB) esteve reunido com o deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB) para tratar da disputa eleitoral em Caruaru. Cogitou-se uma aliança entre Tony Gel e Raquel Lyra, mas avaliações internas deram conta de que duas candidaturas de oposição poderiam favorecer o jogo tanto para peemedebistas, quanto para tucanos, ao permitir levar o jogo para o segundo turno.

Ainda durante a entrevista o deputado lembrou como algo negativo a decisão de deixar a prefeitura para concorrer a uma vaga na Câmara de Vereadores. “Nenhum gestor está livre de cometer erros. Se o tempo voltasse eu jamais tomaria a decisão que tomei naquele momento. É importante você ser verdadeiro e dizer com clareza para as pessoas que se frustraram na época…. Peço desculpas”. O fato ocorreu em 2008.
 


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook