Últimas

► Chávez revela bronca em reunião e promete entrega do grupo

Centroavante ainda disse que ambiente entre os jogadores é bom dentro do clube

Autor do gol do São Paulo na derrota por 2 a 1 para o Juventude, na última quarta-feira (24), no Morumbi, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, o atacante Andres Chávez foi o escolhido para conversar com a imprensa nesta quinta-feira (25), no CT da Barra Funda.

Antes do início da atividade, o elenco se reuniu com a comissão técnica e com o diretor-executivo Gustavo Vieira de Oliveira por cerca de 45 minutos. O jogador argentino revelou uma bronca por conta do desempenho dentro de campo, mas negou qualquer problema de relacionamento entre os atletas.

“Tivemos uma reunião para entender o que estamos passando. Tivemos uma partida importante ontem, ficamos na bronca com a atuação, e precisávamos esclarecer as coisas, tirar conclusões para seguir adiante. Isso é sempre bom… Falamos mais sobre o que está acontecendo. Essa transição de técnicos e jogadores não é fácil. Não é fácil armar uma estrutura tão rápido, mas precisamos nos adaptar logo. A comissão e a diretoria estão aí para nos apoiar e nos transmitiram isso”, afirmou.


(Foto: Fernando H. Ahuvia/Goal Brasil)

“O problema está dentro de campo, não estamos conseguindo o resultado. Pessoalmente temos uma boa relação com os meninos que estão aqui, a maioria brasileiros. Complica um pouco só o idioma, mas tem o Lugano que nos ajuda, explica as coisas. A relação fora de campo é boa. É tratar de fazer a coisa dentro de campo mesmo, e conseguir o resultado”, acrescentou.

Confira outras declarações dadas por Chávez:

Salários estão em dia?

“Esse é um tema da direção técnica do clube. O jogador que está focado em campo não está pensando no salário desse mês, no salário do outro mês, quer somar pontos para sair do mau momento”.

São Paulo está em crise?

“É um momento duro, obviamente a gente chega aqui pensando em fazer gols, ganhar partidas, então não fico contente em minha casa. Todos estão mal, o corpo técnico, os dirigentes, todos se sentem mal. É um momento duro, temos que estar juntos, trabalhando para seguir adiante”.


(Foto: Fernando H. Ahuvia/Goal Brasil)

Time em divida com a torcida?

“Seguramente que sim, porque o torcedor espera muito mais, muito mais da equipe, dos jogadores, estamos tentando melhorar a cada dia. As coisas não estão saindo bem, temos que seguir trabalhando dia a dia, pensar no domingo, na próxima partida em casa, não podemos mais perder pontos em casa, para que a torcida também sinta isso. sinta que a equipe está comprometida”.

Como sair da atual fase?

“Toda equipe tem altos e baixos. Temos que pensar em resolver rapidamente, a situação está difícil, mas estamos todos juntos, temos que pensar em resultados positivos, e dar impulso para sair rápido”.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Organizadas marcam protesto | SP vive jejum no Morumbi Maicon: ‘Uma vergonha’



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook