Últimas

1984: a primeira medalha do futebol brasileiro em Jogos Olímpicos

Com a base do Internacional, o Brasil foi até Los Angeles e ficou em segundo lugar no torneio de futebol

Em 1984 os Jogos Olímpicos chegaram a Los Angeles, nos Estados Unidos. Acostumada com a arte, a cidade seria o palco perfeito para o Brasil enfim conquistar a primeira medalha de ouro do esporte na competição.

 

Tudo parecia favorável já que o Comitê Olímpico e a Fifa liberaram pela primeira vez a participação de jogadores profissionais nas Olimpíadas, com apenas algumas restrições para jogadores que já tivessem disputado Copa do Mundo.

 

Outro fator que favorecia o futebol brasileiro foi o boicote dos países socialistas, que haviam conquistado todas as medalhas de ouro de 1952 a 1980. Nenhum deles participou daquela edição.

 


(Polônia campeã olímpica de 1972 / Foto: Getty Images)

 

No comando da Seleção estava Jair Picerni, o treinador encontrava dificuldades para fechar a equipe, e então com um ok da CBF e do Internacional, que já estava eliminado do Campeonato Brasileiro, acabou levando 11 atletas colorados:  o goleiro Gilmar, o lateral-esquerdo André Luís, os zagueiros Pinga e Mauro Galvão, os meias Tonho, Ademir Kaefer, Mílton Cruz, Paulo Santos e Dunga, e os atacantes Kita e Silvinho.

 


(Foto: Getty Images)

 

Completaram a lista o meia Gilmar Popoca, do Flamengo, o lateral-direito Ronaldo, do Corinthians, o goleiro reserva Luís Henrique e o atacante Chicão, da Ponte Preta, e o zagueiro Davi, do Santos.

 

Com tudo a favor o Brasil começou bem a competição, goleando a Arábia Saudita por 3 a 1, depois derrotou o Marrocos por 2 a 0. No duelo mais difícil venceu a Alemanha Ocidental por 1 a 0. Nas quartas de final depois do empate em 1 a 1 com o Canadá, a Seleção venceu nos penaltis e garantiu a classificação.

 


(Milton Cruz comemorando o gol contra a Arábia Saudita / Foto: CBF / Dibulgação)

 

Na semifinal um grande adversário, a Itália, campeã mundial e com grandes jogadores como Zenga, Aldo Serena, Franco Baresi e Tancredi. Gilmar Popoca que já havia brilhado nos outros jogos voltou a ser decisvo e abriu o placar. Pietro Fenna empatou e na prorrogação Ronaldo fez o gol da vitória.

 

Com isso, o Brasil pela primeira vez na história estava na final do torneio Olímpico de futebol. 

 

Na grande final, o Brasil encarou a França, que havia conquistado a Eurocopa dois meses antes, no Rose Bowl, o que viria ser o palco do tetra anos depois. Sem conseguir repetir as grandes atuações, a Seleção foi derrotada por 2 a 0 diante de 102 mil torcedores.

 

 

Apesar da derrota, pela primeira vez na história o Brasil conquistou uma medalha no torneio de futebol dos Jogos Olímpicos.

 

O time da final: Gilmar Rinaldi; Ronaldo, Pinga, Mauro Galvão e André Luis; Ademir, Dunga, Gilmar Popoca e Tonho (Milton); Silvinho e Kita (Chicão). Técnico: Jair Picerni

 

Destaque: Com 4 gols, Gilmar Popoca foi o grande astro do Brasil na competição. O jogador além de ter marcado os gols teve belísimas atuações com a camisa da Seleção.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook