Últimas

Adolescentes que foram para Disney tentam voltar para BH há três dias

Foto apagada mostrava pessoas dormindo no sagu
Foto apagada mostrava pessoas dormindo no saguo do aeroporto. Foto: Instagram/Reproduo

A volta para casa depois de uma viagem dos sonhos para a Disney, em Orlando, e Nova York, nos Estados Unidos, virou pesadelo para cerca de 40 adolescentes mineiros. O grupo espera há mais de 50 horas pelo embarque rumo a Belo Horizonte, no Aeroporto Internacional de Miami. No Facebook e Instagram da agência Greentours, responsável pela viagem, pais e mães cobram notícias de seus filhos. Segundo a agência de viagens, a previsão é de que grupo saia de Miami nesta terça-feira e chegue ao Brasil na manhã de quarta-feira, mas ainda não há confirmação da chegada.

O atraso teria começado depois do grupo perder o voo da American Airlines que iria de Nova Iorque a Miami, no sábado. Segundo informações apuradas pela reportagem, o aeroporto de LaGuardia, de onde os adolescentes saíram rumo a Miami, estava fechado por questões meteorológicas e que isso teria feito com que perdessem o voo que sairia de Miami com destino a Belo Horizonte, identificado como AA 991. O problema fica ainda maior porque a companhia aérea, segundo esta fonte, não consegue realocar o grupo, com mais de 40 pessoas, em um mesmo voo. “Os voos estão cheios por causa das Olimpíadas e final de temporada e a companhia não consegue um voo nem mesmo em outras companhias”, disse. 

No perfil da empresa no Instagram, mães usaram uma das postagens para cobrar respostas sobre a situação dos filhos nos EUA. “Notícias do grupo 4 pelo amor de Deus @greentours é o mínimo ter um pouco de consideração!”, pediu uma das mulheres. “Concordo. To mt preocupad. (sic). Sem notícias do grupo 4 até agora. Não estou entendendo essa empresa. Quero notícias da minha filha!”, afirmou outra mãe.

Um pai de Belo Horizonte também procurava notícias da filha e reclamou da situação e da American Airlines. “Mais uma vez uso está instância para falar sobre desrespeito de empresas com os seus clientes”, postou no Twitter. “Minha filha está nos USA com um grupo da Greentours, volta para domingo (ontem), até agora não embarcaram e sem previsão.”

Um guia da Greentours que acompanha um dos grupos fez publicações no Twitter e Instagram mostrando que ainda estavam no Aeroporto de Miami. “Ainda curtindo um aeroporto…Tom Hanks teria inveja da nossa ‘Terminal Experience'”, disse, em refererência ao filme O Terminal, de 2004, em que o ator interpreta um homem preso em um aeroporto após ter sua entrada negada nos Estados Unidos. Duas fotos que acompanhavam os tuítes foram excluídas. Em uma foto publicada no Instagram, o guia mostra algumas pessoas dormindo no chão.

Procurada pela reportagem, a Greentours explicou que o atraso é comum nessa época do ano. “A situação está dentro da normalidade”, garantiu. Questionada se o atraso de mais de 50 horas na chegada a Belo Horizonte estava mesmo dentro da ‘normalidade’, ela garantiu que para agência este “é um fato normal” porque “isso sempre acontece no final de temporada”. Ainda segundo ela, os pais seriam os mais ‘estressados’. “Nesse grupo temos muitos do interior e alguns não estão acostumados a viajar e não entendem esse atraso”, explicou. 

Além da ligação feita para a agência, a reportagem ainda tentou um posicionamento oficial via email, mas foi informada pela funcionária que o proprietário da agência estava nos Estados Unidos, “dando suporte aos adolescentes e que não era hora de incomodá-lo”.

A American Airlines se pronunciou através de uma nota oficial. “A American Airlines informa que o voo AA 1366, de 30 de julho, do Aeroporto de LaGuardia (LGA), em Nova Iorque, e com destino Aeroporto internacional de Miami (MIA), foi atrasado devido ao mau tempo. Os passageiros que tinham conexões em Miami para o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte (CNF) foram reacomodados no voo AA 905, de ontem, com destino ao Aeroporto internacional do Rio de Janeiro (GIG) e conexão para CNF. Todos os passageiros estão recebendo assistência. A American ressalta que todos os voos para o Brasil estão operando com total capacidade e lamenta o inconveniente”.

 

 


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook