Últimas

Ary Avellar Diniz: Te manca!

Por Ary Avellar Diniz
Diretor do Colégio Boa Viagem e da Faculdade Pernambucana de Saúde

A pessoa equilibrada emocionalmente procura permanecer sempre ao lado da razão. Aqueles que não se mancam mantêm suas vidas e vontades contrárias às opiniões gerais prudentes e sensatas. O termo “Te manca!” é muito usado pelos cariocas, significando algo como “Aguce a autocrítica!” ou “Deixe de fazer e pensar besteira!”. Na política, alguns representantes do povo praticam exclusivamente ações de interesses próprios. Se não, vejamos.

Inicialmente, fato estarrecedor se constituem as medidas tomadas pelo governante da Síria. Por vaidade e fome de poder, jamais pensou em renunciar ao mandato, mesmo ciente de que a maioria dos seus concidadãos se contrapõe ao atual e ferido estado constitucional e de direito democrático. O resultado é a Síria encontrar-se, há tempos, em guerra civil, tornando-se esfacelada e destruída principalmente pelo Estado Islâmico. Te manca, Bashar al-Assad! E por falar em certas índoles beligerantes, nem tudo está perdido: acredita-se que a Colômbia e as FARC se mancaram e assinaram um armistício. Os povos de todo o planeta desejam viver em paz!

Falemos do Brasil. Os chefes dirigentes da CBD, após a inolvidável derrota do futebol brasileiro por 7 a 1, designaram Dunga e Gilmar Rinaldi. Caos total dos citados profissionais incompetentes, tudo por falta de uso do aparelho chamado ‘mancômetro’. E as animalescas brigas de torcidas após os jogos de futebol? Alguém tem de se mancar! As altas velocidades nas estradas e ruas metropolitanas brasileiras têm causado dezenas de milhares de mortes todos os anos. É hora de se mancarem os irresponsáveis, transgressores motoristas e as autoridades do país elaboradoras das leis de trânsito…

É expressivo o número de mortes de policiais em serviço. Estes, quando procedem mesmo em favor da sociedade, usando medidas justas e coercitivas, logo são incriminados pelos “direitos humanos”… Alguém tem de se mancar! E o impasse da licença de construção do Cais José Estelita no Recife? Acredita-se que muita gente tem de evitar o “se manca”, ao frear um benefício monumental à Cidade Maurícia.

Só para terminar.Há velhos que não se mancam! Imbuem-se de conquistadores femininos, prevalecendo-se do cheiro do cartão de crédito… Te manca, velho! E os velhinhos ingleses que votaram e provocaram a vitória da saída do Reino Unido da União Europeia? Infelizmente, e com todo o respeito, o título do artigo é para eles! Velhos, moços de ambos os sexos: seria a vida mais tranquila, se todos se mancassem e vivessem suas vidas prudente, ética e equilibradamente. Te manca, egoísta! Te manca, contraventor! Te manca, incompetente! Te manca, fofoqueiro!…


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook