Últimas

As finais olímpicas da Seleção Brasileira

Em três oportunidades, o Brasil não conseguiu faturar a tão sonhada medalha de ouro e teve que se contentar com a prata

Ninguém tem mais Copas do Mundo do que o Brasil. E ninguém no futebol masculino tem mais medalhas de prata do que os pencampeões mundiais.

Mas a busca pela medalha de ouro continua e as três pratas oferecem pouco conselho para quem procura conquistar o único título que falta ao Brasil.


GOAL READ MORE: GOAL
Why Olympic gold matters to Brazil
 | Micale: Neymar is a monster | 5 lessons from Brazil 6-0 Honduras | REPORT: Brazil set for Olympic final


Neste sábado(20), o Brasil mais uma vez tentará colocar a tão sonhada medalha no peito diante de uma Alemanha em pleno Maracanã e aos olhos de mais de 200 milhões de torcedores que não aguemtam mais esperar.

Abaixo, a Chevrolet Brasil Global Tour relembra as três finais olímpicas que o Brasil deixou escapar.

LOS ANGELES 1984: FRANÇA 2-0 BRASIL

(Foto: Arquivo / CBF)

O Brasil chegou em sua primeira final olímpica em 1984, em Los Angeles. Com uma time que contava com Dunga, que mais tarde se tornou treinador da Seleção em duas oportunidades, Gilmar Rinaldi, Mauro Galvão entre outros. Comandados pelo técnico Jair Picerni, a equipe conquistou três vitórias na primeira fase contra Arábia Saudita, Alemanha Ocidental e Marrocos, surpreendemente Dunga balançou as redes em duas oportunidades.

Campeão sub-20, Gilmar Popoca comandou o ataque brasileiro e terminou como o artilheiro do torneio com quatro gols. Após duas prorrogações e muito cansaço, o Brasil esteve muito abaixo na final contra a França. E diante de mais de 100 mil pessoas, no Rose Bowl, em Pasadena. A Seleção perdeu por 2 a 0 para a França e ficou com a medalha de prata.

SEUL 1988: UNIÃO SOVIÉTICA 2-1 BRASIL

(Foto: Arquivo / CBF)

Quatro anos depois o Brasil retornou desperado para compensar a decepção na Califórnia. Mas nem mesmo Romário e Bebeto, que juntos conquistaram o mundo anos mais tarde, foram capazes de evitar outra derrota na final. Com 22 anos, o baixinho foi a estrela do torneio, com sete gols liderou o Brasil até a final contra a União Soviética.

Romário abriu o placar mas Igor Dobrovolski empatou a partida. Na prorrogação Yuri Savichev balançou as redes dando a vitória aos soviéticos, em mais uma tentativa frustratada de conquistar a medalha de ouro. 

LONDRES 2012: MEXICO 2-1 BRASIL

(Foto: Getty Images)

Em 2012, o Brasil chegou a Londres como o grande favorito para conquistar a medalha de ouro. Com Neymar conduzindo uma promissora geração ao lado de Thiago Silva, Marcelo e Hulk chamados por Mano Menezes nas vagas para os jogadores acima dos 23 anos. Com seis gols, Leandro Damião foi o artilheiro do torneio.

No entanto uma mudança na grande final foi crucial, Mano tirou Hulk para colocar Alex Sandro e deixou a equipe vunerável. E um erro de Rafael na saída de bola foi crucial para a dolorosa derrota por 2 a 1. Mais uma vez a Seleção Brasileira ficou com a medalha de prata.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook