As primeiras impressões do início da Premier League

Segunda rodada do Campeonato Inglês começa nesta sexta-feira, e correspondentes da Goal falam sobre expectativa após primeiros jogos

A Premier League já começou e apresenta uma das suas novidades que é o “final de semana estendido”, com a segunda rodada se iniciando nesta sexta-feira, 19, com Manchester United x Southampton. E é claro que ainda está muito cedo para prever o vai acontecer na melhor liga do mundo, mas os correspondentes da Goal na Terra da Rainha apresentam a suas impressões das primeiras partidas da competição.


GOALLEIA MAIS: GOAL
A rodada da Premier League


O surpreendente Leicester dificilmente terá gás para defender o título e perdeu na estreia para o Hull City. Desta forma, United, Manchester City, Chelsea, Arsenal e Liverpool estão de olho na taça e fizeram muitos investimentos pesados.

Confira o que nossos repórteres na Inglaterra viram da largada dos principais time da Premier League

Manchester United (Kris Voakes)

(Foto: Getty Images)

Levou menos de um jogo para o Manchester United apagar da memória a decepcionante temporada da Premier League passada, com o time de José Mourinho dando aos seus torcedores muitas razões para vibrar.

O United foi mais duro na marcação, mais criativo e mais preciso do que em qualquer fase do último ano. Sem dúvida haverá rodadas mais complicadas por vir, mas o futuro parece promissor com Zlatan Ibrahimovic e Eric Bailly nos Diabos Vermelhos.

Chelsea (Nizaar Kinsella)


(Foto: Getty Images)

Antonio Conte trouxe otimismo uma renovada equipe que dominou o forte West Ham na abertura da temporada. O desempenho do Chelsea não foi perfeito, com algumas dificuldades para defender e para concluir com precisão, mas foi um time enérgico e rápido, bem diferente da última temporada, quando terminou em décimo. 

Eden Hazard foi o homem do jogo e N’Golo Kante teve uma grande estreia, enquanto que Diego Costa foi o herói, mas também poderia ter sido expulso por uma estúpida entrada em Adrian, mostrando que algumas coisas nunca mudam.

Liverpool (Melissa Reddy)


(Foto: Getty Images)

Por um período de 15 minutos no início do segundo tempo, o Liverpool conseguiu implementar o seu plano de jogo com perfeição. Aquele momento mágico surpreendeu o Arsenal com três gols e foi como ver o time de Jürgen Klopp fazer o que treinador queria e praticou na pré-temporada.

Os Reds começaram muito passivos, mas depois tomaram o controle do jogo e fizeram 4 a 1. Permitiram a reação dos Gunners e quase se complicaram no jogo. A vitória foi boa, mas existem vários pontos para corrigir.

Manchester City (Sam Lee)


(Foto: Getty Images)

As coisas estão parecendo muito positivas no Manchester City. A era Pep Guardiola está em um bom caminho e é um sinal de quanto poder ele tem com a provável saída de Joe Hart nas próximas semanas. Alguns não entendem a decisão, mas o estilo do goleiro é vital para o espanhol e por isso Claudio Bravo deve chegar, pois sabe usar o pé.

Ilkay Gundogan ainda está por vir – e vai ser vital no meio-campo – e Leroy Sané parece que virá para ser titular também. Raheem Sterling iniciou bem a temporada e Sergio Agüero já tem quatro gols. Kevin De Bruyne tem que se adaptar a um novo papel, mas se ele fizer isso, pode se tornar o melhor jogador do campeonato. A luta agora é achar negócios para vender Yaya Touré, Eliaquim Mangala, Wilfried Bony e Samir Nasri.


(Foto: Getty Images)

A derrota em casa para o Liverpool foi muito decepcionante, principalmente por ela ter acontecido de virada. O time abriu o placar e depois disso tomou quatro gols seguidos. De ponto positivo, fica a vontade de reação da equipe, que quase reabriu o confronto, e também o fato da equipe ter entrado em campo com vários desfalques.

Vice-campeão na temporada passada, os Gunners iniciaram a temporada com grandes expectativas dos seus torcedores, que não veem um título importante há tempos. Mas investiu pouco na janela de transferências e a cabeça de Wenger pode voltar a estar à prêmio ao final do ano.

Confira a classificação da Premier League


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook