Bando de Loucos: Convicções

Cristóvão deveria sair, mas não vai. Bruno Henrique ou Elias devem deixar o time titular. Cássio também.



GOAL Por Luís Butti, de São Paulo


Mais uma vez, um inconstante Corinthians de Cristóvão é dominado pelo Cruzeiro, empata em casa pela terceira vez seguida por 1×1 e é, com justiça, vaiado. Num momento onde o time parece perdido, apresento as minhas convicções. Possivelmente você vá discordar da maioria, mas vai precisar me convencer muito bem que tudo isso está errado.

Cristóvão Borges deveria ser trocado ontem por Fábio Carille.

Esta seria a minha convicção primária e imediata. Mas não irá acontecer.

1) Marlone e mais dez. Agora. Já.

Eu não sei quem sai. Mas ele entra. Visivelmente mais interessado que os demais da linha de frente. Mais útil. Mais talento e noção tática. Falta apenas mais um pouquinho de forma física.

(Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

2) Você acredita em time viciado?

Pois é. Eu acredito.

Me dá a impressão que este time “acostumou”, viciou em fazer a mesma coisa e não há Cristo que faça a cabeça dos atletas mudarem. Talvez seja necessário trocar cerca de cinco, seis peças deste time titular pra mudar de forma radical. Possivelmente a qualidade até caia. Mas a vontade de aprender e a mente aberta em fazer o diferente possa render melhor com atletas que pouco jogam.

3) Vai doer. Mas Bruno Henrique ou Elias precisam sair do time. Precisamos fechar a casinha.

Infelizmente, diferente de Tite, Cristóvão se defende muito mal. Seus times são expostos até demais, e estamos levando gols praticamente todo jogo. Um Willians ou um Cristian começa a se fazer necessário para a contenção. Dois volantes que flutuam e roubam por aproximação não funcionam com Cristóvão.

(Foto: Marcello Zambrana/Light Press/Cruzeiro)

4) Cássio precisa ir para o banco de reservas.

Como já disse na Goal duas vezes, sou fã do Cássio. Mas o Corinthians de Cristóvão precisa com urgência de um goleiro que saia jogando com o pé com excelência, como o Walter, pra desafogar saída de bola e parar de dar chutão. A questão não é falha do Cássio. Mas o jogo com pés do Walter ser mais urgente que os milagres de Cássio.

5) Sem Tite, o elenco parece que está ali obrigado.

Já reparou que depois que Tite foi embora, quase ninguém sorri ou dá o sangue no Corinthians? Sinto que acabou o prazer de atuar ali. Que os atletas que sonhavam em crescer com Tite, tem perspectiva zero de evolução com Cristóvão. Posso estar errado, mas a minha impressão é que se pudessem, 90% do elenco iria embora do Corinthians.

Convicções que podem até estar erradas.

Mas que a cada rodada, o Corinthians de Cristóvão faz com que elas ganhem força na minha cabeça. 

Luís Butti é redator publicitário, compositor e corintiano das antigas. Adora música, polêmica e redes sociais. É a favor do mata-mata e vê na Arena Corinthians o seu “Jardim do Éden”…


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook