Últimas

Briga pelo rebaixamento esquenta no Brasileirão 2016 e envolve até 10 times

América-MG e Santa Cruz tem mais de 50% de chances de cair para a Série B, mas a briga é intensa pelo Z-4

Até mesmo Fluminense, em 10º, e Internacional, em 13º lugar, gigantes da Série A, correm risco de rebaixamento no Brasileirão 2016. Com 25 e 22 pontos, respectivamente, as duas equipes estão muito próximas do Botafogo, o 17º, o primeiro dos quatro rebaixados se o campeonato terminasse hoje, e que tem 20.

A luz vermelha está acesa também em outras equipes. Com exceção de América,-MG, Santa Cruz e Cruzeiro, que já estão no Z-4, Figueirense, Coritiba, Vitória, Sport e Chapecoense estão entre as posições 10 e 16, ou seja, correndo risco de ter de jogar a Série B no ano que vem.

Confira um pouco sobre a situação do clubes:


CRUZEIRO


(Foto: Pedro Vilela/Light Press/Cruzeiro/Divulgação)

A decepção. Uma vitória e um empatete nos dois últimos jogos dão esperança para Mano Menezes e cia na Raposa, principalmente pois o time mineiro, que é o 18º, tem apenas cinco vitórias até agora. Deixar a zona de rebaixamento é obrigação para uma equipe que foi bicampeã brasileira há dois anos.


SANTA CRUZ E AMÉRICA-MG


Os dois últimos. O América-MG tem apenas 13 pontos conquistados em 19 rodadas. Com aproveitamento de 22.8%, o Coelho dificilmente deixará a zona de rebaixamento. Já o Santa Cruz, que chegou a liderar a Série A, não vence há quatro rodadas e com 18 pontos, precisa de nova boa sequência para poder sonhar com a permanência na elite do futebol brasileiro.


FLUMINENSE


(Foto: Mailson Santana/Fluminense/Divulgação)

Sinal amarelo para o Tricolor. Ao Fluminense, cabe a cautela. Apesar de estar em 10º, com 25 pontos e também ser considerado um candidato até mesmo ao G-4, a irregularidade na campanha do time de Levir Culpi preocupa a torcida para o restante do campeonato.


SPORT, CHAPECOENSE E VITÓRIA


Querendo fugir da zona de rebaixamento. As três equipes, assim como Internacional e Fluminense, estão em posição intermediária. Se o campeonato não estivesse tão equilibrado, não correriam risco de rebaixamento, mas com pontuação entre 21 e 23, são claramente ameaçados pelos que já estão na zona e tem em média 20 pontos.


INTERNACIONAL


(Foto: Ricardo Duartes/Internacional/Divulgação)

Com um pé no Z-4. O Colorado demitiu Falcão e Celso Roth assumiu a equipe gaúcha. O treinador, campeão da Libertadores pelo Inter, tem a missão de afastar qualquer possibilidade de rebaixamento no Beira-Rio. Em 13º, com 22 pontos, uma derrota na próxima rodada e o time gaúcho pode figurar na zona de onde tanto quer fugir.


FIGUEIRENSE, BOTAFOGO E CORITIBA


Com a corda no pescoço. O Glorioso tem apenas cinco vitórias e precisa embalar bons resultados se quiser subir na tabela. Nos últimos cinco jogos, foram dois empates e apenas uma vitória. Figueirense e Coritiba, apesar de terem um ponto a mais que os cariocas, seguidamente trocam de posição com o Botafogo, rodada após rodada. Aqui, a luta será até o fim da Séria A..

Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook