Últimas

CBGT: cinco lições de Brasil x Honduras

Com festa da torcida e sob a batuta de Neymar, Brasil goleou Honduras e garantiu vaga na final do torneio de futebol da Olimpíada do Rio

Depois de três anos sem pisar no Maracanã, a Seleção Brasileira retornou ao estádio e foi recebido com festa. Logo aos 14 segundos do primeiro tempo, Neymar abriu o placar e deu início a goleada brasileira por 6 a 0 sobre Honduras.

 

Além do placar elástico, os comandados do técnico Rogério Micale apresentaram um belíssimo futebol e deixaram os torcedores mais confiantes do que nunca na medalha de ouro.

 

Abaixo, a Chevrolet Brasil Global Tour destaca os principais pontos da vitória da Seleção.

 

 


O MAESTRO NEYMAR



(Foto: Lucas Figueiredo / MoWa Press)

 

O camisa 10 da Seleção entrou para a história ao marcar o gol mais rápido dos Jogos Olímpicos. Ao balançar as redes aos 14 segundos do primeiro tempo, o capitão também abriu o caminho para a belíssima goleada por 6 a 0 sobre Honduras. Neymar fez o melhor jogo dele na Olimpíada do Rio, como um maestro comandou o meio-campo e nos fez lembrar dos velhos tempos em que a Canarinho tinha um garçom de grife com a camisa 10. Marcou dois gols e levou o Maracanã ao delírio. Definitivamente as críticas fizeram efeito e hoje o craque está pronto para a redenção.

 


GABRIEL JESUS RECUPEROU A CONFIANÇA



(Foto: Getty Images)

 

Depois de atuações fracas e gols perdidos nos primeiros jogos, Gabriel Jesus foi melhorando gradativamente e nesta quarta-feira também fez a melhor partida nos Jogos do Rio. Cheio de confiança marcou dois bonitos gols, se movimentou o tempo inteiro e ajudou o Brasil a fechar os espaços no meio-campo. A confiança está de volta ao atacante que deste jeito se torna letal. 

 


DEFESA INTACTA 



(Foto: Getty Images)

 

Mais uma vez a Seleção Brasileira saiu de uma partida sem sofrer gols na Olimpíada do Rio. E mais do que isso, desta vez Marquinhos foi até o ataque para balançar as redes. Já são cinco jogos sem sofrer gols, além de invicto o Brasil pode conquistar a medalha de ouro sem ser vazado. São mais de 450 minutos sem saber o que é levar um gol.

 


FESTA DA TORCIDA



(Foto: Getty Images)

 

Como nos velhos tempos, o Maracanã estava lotado e feliz com a Seleção Brasileira. A torcida incentivou desde o início cantando músicas de apoio ao Brasil e provocações aos rivais. Confiantes, a torcida mandou um recado para a Alemanha num grito que ecoou no estádio:  “Ô, Alemanha, pode esperar, a sua hora vai chegar!”. Ao fim do jogo todos ficaram de pé para ver a cobrança de pênalti de Neymar no último gol do Brasil na partida. 

 


BOM FUTEBOL E RECORDE HISTÓRICO



(Foto: Getty Images)

 

Mais do que a vitória, a Seleção Brasileira conseguiu mostrar um bom futebol dentro de campo. Com jogadas de efeito, troca de posições, triangulações, dribles e gols, muitos gols. Além disso, com a classificação para a grande decisão, o Brasil se tornou o país com o maior número de medalhas no futebol olímpico. São três medalhas de prata (1984, 1988 e 2012) e duas de bronze (1996 e 2008). No próximo sábado fica a expectativa para a primeira medalha de ouro.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook