Últimas

China in Goal: O que faz Ronaldinho se aproximar do futebol chinês

Sem planos de atuar na Chinese Super League, R10 projeta instalações da Ronaldinho Soccer Academy no país


Ronaldinho está cada vez mais próximo da China. Mas a proximidade do craque com o país não tem nada a ver com a possibilidade de atuar em um clube local. Auxiliado pelo irmão Roberto Assis, o jogador tem um projeto para expandir a sua marca no mundo.

Sem clube desde o ano passado, o meia-atacante investe na Ronaldinho Soccer Academy. Há 25 instalações espalhadas no Oriente Médio (23) e Ásia (2). E o seu estafe planeja uma expansão no continente asiático, o que inclui o futebol chinês:

“A Ronaldinho Soccer Academy não é um projeto social. A nossa intenção é que haja atividades visando a alta performance, a revelação de atletas. Hoje temos um planejamento para desenvolvimento do projeto na Ásia e nos Estados Unidos. È possível também que seja voltada para atividade recreativa”, afirmou o irmão e empresário do craque, em entrevista à China in Goal.


Ronaldinho roda o mundo participando de eventos (Foto: ALFREDO ESTRELLA/AFP/Getty Images)

A ideia de R10 e seu familiar é que a Ronaldinho Soccer Academy seja referência na revelação de promessas nos próximos anos. O agente do ex-melhor do mundo projeta a inauguração de 30 novas instalações em território asiático, sendo pelo menos cinco na China.

Em março deste ano, ele chegou a receber propostas para atuar na Chinese Super League. Contudo, a participação em amistosos e jogo beneficentes tem sido mais rentável para o craque. Ele fatura no mínimo R$ 300 mil por aparição em eventos. Para se ter ideia, no jogo entre Vegas City e Miami United, o craque recebeu 200 mil dólares (cerca de R$ 750 mil à época).


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook