Últimas

Cristian admite que jogadores precisam melhorar, mas segue confiante: ‘Temos condições de ser campeões’

Volante ainda defendeu o trabalho que vem sendo feito por Cristóvão Borges e negou corpo mole no Corinthians

Um dos jogadores mais experientes do elenco, Cristian foi o escolhido para conceder entrevista coletiva dois dias depois da derrota por 2 a 0 para a Ponte Preta, no último sábado (27), no Moisés Lucarelli. O volante admitiu que o time precisa melhorar para sair desse momento de pressão, mas negou que existam jogadores fazendo corpo mole e ainda defendeu o técnico Cristõvão Borges das críticas.

“Não tem, nesse grupo não. As pessoas começam a criar coisas onde não tem. Fiquei fora vários jogos, nem por isso reclamei. Isso de corpo mole não existe. A pressão é grande no Cristóvão. Ele coloca os jogadores em campo, e a gente tem de tentar melhorar. Vejo criticarem ele, mas ele não entra em campo. Sábado ele botou o time, mas quem jogou foi a gente”, afirmou após o treino desta segunda-feira (29), no CT Joaquim Grava.

“A gente tem que retomar a jogar bem. Temos de ter confiança, não adianta ir para jogar mal. Automaticamente a confiança vai diminuir. Temos de ir para ter uma retomada. Esse momento é ruim, ninguém gosta de vir falar em derrota, mas temos a consciência tranquila porque sabemos que podemos melhorar. A gente sabe o que fazer. Temos de melhorar o mais rápido possível”, acrescentou.

Os números do Corinthians no Brasileirão:

Apesar da má fase no Brasileirão, com apenas uma vitória nos últimos cinco jogos, Cristian disse ainda acreditar no título do Timão.

“O Corinthians sempre briga pelo título, independente do campeonato. Temos que nos doar ao máximo, ir até o final. Nada está perdido. São seis pontos do Palmeiras, duas rodadas, temos de pensar positivo. O Campeonato Brasileiro é difícil, mas nós temos condições de ser campeões”, finalizou.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
As probabilidades do BR | Cristóvão blindará novos reforços | Corintianos: Expulsão decidiu



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook