Últimas

Data de votação do pedido de cassação de Cunha ainda não foi definida

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB-MA) leu, no início da sessão plenária de ontem, as decisões do Conselho de Ética e da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara relacionadas ao processo de cassação do ex-presidente da Casa e deputado afastado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Com a leitura das decisões, o pedido de cassação de Cunha aprovado pelo Conselho de Ética deverá ser incluído, em até duas sessões ordinárias, como prioridade na pauta do plenário, assim que for publicado no Diário Oficial da Câmara. A prioridade, porém, não obriga que o pedido seja julgado. Caberá ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcar a data da votação.

O líder da Rede na Câmara dos Deputados, Alessandro Molon (Rede-RJ), afirmou que o presidente da Casa prometeu anunciar até a próxima quarta-feira a data da votação em plenário do pedido de cassação de Eduardo Cunha. “Ele ficou de dar uma data até quarta-feira. Disse que ninguém ia embora (de Brasília) sem saber uma data”, afirmou Molon após se reunir com Maia. O líder da Rede disse ainda que pediu ao presidente da Câmara que marcasse a votação para quarta-feira, mas ele não teria se comprometido.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook