Últimas

De 2002 a 2015 terroristas islâmicos realizaram 4,9 mil ataques


11/08/2016 – 9:00


O resultado dessa violência são 33 mil mortos, 41 mil feridos e 11 mil pessoas raptadas




De 2002 a 2015 terroristas islâmicos realizaram 4,9 mil ataques
De 2002 a 2015 terroristas islâmicos realizaram 4,9 mil ataques

Um estudo realizado pela Universidade de Maryland (EUA) mostra que de 2002 a 2015 33 mil pessoas foram mortas por grupos extremistas como o Estado Islâmico, Boko Haram e outros semelhantes.

O estudo ganhou o nome de “Study on Terrorism and Response to Terrorism” (START) e contabiliza 4.900 ataques, começando pela morte do diplomata americano Laurence Foley, na Jordânia.

O START mostra que 13% dos atentados cometidos em todo o mundo foram realizados pelos extremistas, grupos responsáveis também por 26% do número de vítimas.

A grande maioria dos ataques (80%) foram realizados com explosivos e 16% com armas de fogo. Além dos 33 mil mortos, os terroristas deixaram 41 mil feridos e raptaram 11 mil pessoas.

O caso de Foley foi assumido por um grupo liderado por Abu Musab al-Zarqawi, que para os autores do relatório foram os responsáveis pelo surgimento do Estado Islâmico em 2013.

Entre 2002 e 2013 dois grupos (Al-Qaeda e os antecessores do EI) realizaram ataques exclusivamente no Iraque, só depois desse período é que outras áreas foram atingidas.


Fonte: Gospelprime.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook