Debandada? Corinthians confirma saída de três jogadores

Segundo presidente Roberto de Andrade, Bruno Henrique, André e Luciano optaram por deixar Timão: “No caso dos três, foi opção dos atletas”

Bruno Henrique, Luciano e André estão oficialmente de saída do Corinthians. Em entrevista coletiva concedida no CT Joaquim Grava nesta terça-feira (23), o presidente Roberto de Andrade confirmou a saída dos três jogadores, e destacou que nos três casos, ‘foi opção dos atletas’.

“Luciano foi emprestado até o fim de 2017, dezembro do ano que vem, ao Leganés, está tudo certo, está se acertando lá. André está em Portugal acertando as bases salariais. Nada assinado, mas deve ficar em definitivo. Tínhamos 80% dos direitos, e estamos negociando 50% com o Sporting”, contou o presidente.

“Como todos sabem, Bruno Henrique teve proposta do Palermo, está se acertando. Ele é emprestado do Coimbra para o Corinthians, eles estão acertando, também deve deixar o clube. No caso dos três jogadores, foi opção dos atletas. Receberam as ofertas e optaram por deixar o clube”, acrescentou Roberto de Andrade.

 © Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O presidente alvinegro também comentou sobre os reforços que podem chegar no clube nos próximos dias, com destaque para o Gustavo, do Criciúma e também Jean, do Paraná.

“Estamos conversando com o Criciúma, está bem adiantado, acredito que nos próximos dias possamos acertar o Gustavo. Hoje o foco é finalizar com o Gustavo. Sabemos que as janelas estão fechadas no exterior, e no país fecha 15 de setembro. Continuamos observando jogadores, o Jean é um deles, vinha sendo observado há três, quatro meses. Tem jogadores que podem chegar até o dia 15. Não há nenhum foco além deles.”


Confira os outros assuntos abordados na coletiva desta terça-feira (23):


Cristóvão Borges:

“Temos total confiança no trabalho do Cristóvão, ele está exercendo um bom trabalho. Todos têm de entender que estamos atravessando um momento difícil, oscilando bastante. Em mais algum tempo estaremos com o time encaixado, mas em momento algum podemos questionar o trabalho do Cristóvão, muito bem feito, elogiado por todos os atletas.”

 © Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Planejamento:

“No começo do ano perdemos diversos jogadores, mas trouxemos nove. Nosso planejamento foi perfeito, trouxemos jogadores no início da temporada, ninguém chegou ontem. O conjunto ainda não deu a liga, mas os jogadores que estão saindo são por coisas pontuais. Os que estão chegando pelo mesmo motivo. Não podemos esquecer que o Corinthians é um clube grande, tem uma responsabilidade.”

Problemas Financeiros?

“Jamais faria qualquer loucura para deixar o Corinthians desgovernado na questão financeira. Não vou dar um passo a mais daquilo que o Corinthians pode fazer. Temos de ter responsabilidade. O torcedor tem de entender que estamos colocando o clube nos trilhos, deixando um alicerce mais forte para o futuro.”

“A responsabilidade do Corinthians até o fim do mandato é minha, vou seguir o meu propósito de colocar as contas em ordem. Nunca mais quero ouvir, nem ler, que o Corinthians deve um real de salário atrasado ou qualquer outra coisa. Para que isso aconteça, temos de andar em cima das contas. Se você ganha 10, não tem como gastar 15”.

“Não estou aqui para acabar com o time do Corinthians. Todo o dinheiro arrecadado pelo clube será reinvestido. O futebol é o carro chefe, sempre será visto com outros olhos, mas não podemos abrir mão de ter as coisas em ordem. Para quem não sabe, pela nova lei do Profut, você tem de enquadrar sua folha de pagamento em 70% do que arrecada. Eu ficaria muito triste se tivesse uma gestão irresponsável. Apesar de as receitas serem altas, os valores expressivos, lutamos com bastante dificuldade. Sabemos o que o país passa hoje. Para arrumar patrocinador é um parto, as empresas que gastavam 2X não estão gastando nem meio X. Muito menos no futebol, que todo mundo tem um pouco de paúra por causa de escândalos recentes. “

 © Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Elenco fraco?

“Se o Corinthians tivesse um time fraco, não estaríamos na colocação em que estamos. Estamos ganhando sofrido, apertado, como foi ontem, mas o campeonato é muito equilibrado. Pode ser por baixo, mas é equilibrado. “

Por que não renovaram com Bruno Henrique?

“Independente do percentual que você tenha, um contrato tem dois lados. Para que haja um acordo, os dois têm de querer a mesma coisa. Ele nunca quis a renovação. Ele tem familiar que mora na Itália, tem passaporte italiano também, é uma vontade pessoal. Por isso ele foi honesto com o clube. Poderia ter renovado, recebido luvas. E aí em agosto ele poderia ir embora do mesmo jeito. Não temos por praxe travar nenhuma negociação. Acho que por parte dele foi um ato bem honesto conosco.”

Vendas para aliviar folha de pagamento?

“As vendas não foram para aliviar folha nenhuma. Foi por vontade dos atletas. Quando temos a venda do jogador, a ideia não é de baixar folha. “

Números do Corinthians contra o Vitoria:

Gustavo viria mesmo se André e Luciano não saíssem? 

 “Viria. A negociação dura algumas semanas. O negócio do André surgiu faz dois, três dias, uma coisa não tem a ver com a outra”.

Pressão e problemas internos

“Não tenho problemas internos. Essa pressão interna vem do torcedor. Ninguém mais do que nós quer ganhar tudo. O torcedor também tem de entender que, apesar de o Corinthians ter um bom time, isso não nos faz melhores do que todos. Podemos achar um elenco melhor do que o nosso, não é proibido. Também tem qualidade nos outros times”

Passagem do André pelo Corinthians

 “Vejo uma passagem normal. Ele não teve aquilo o que todos os torcedores esperavam, mas as vezes que entrou em campo ajudou, dedicou-se, a vida segue, espero que dê certo. Tenho só de agradecer a ele. Estamos negociando a questão das parcelas do Elias, é só fazer um conta de encontro”.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Timão: 1 ano sem perder na Arena COR | Ora Bolas: Valores de Gustavo no Timão | Marlone vs Romero



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook