Últimas

"Difícil explicar" – A repercussão do empate em 1 a 1 entre Internacional e São Paulo

Colorado está há 13 jogos sem vencer e pode terminar a rodada na zona de rebaixamento do Brasileirão

Foi por pouco que o Internacional não pôs fim à série de jogos sem vencer. Valdívia desperdiçou a chance ao errar pênalti aos 45 minutos do segundo tempo. Após o empate em 1 a 1 com o São Paulo, neste domingo (21), no Beira-Rio, o Colorado pode até terminar a rodada na zona de rebaixamento. O Tricolor é o 11º e o time gaúcho o 14º na tabela de classificação.

Veja o que os jogadores de ambos os times falaram!


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
O time dos sonhos de R9 | Gabigol no Barça? | Crônica: Inter 1 x 1 São Paulo



ERNANDO E WILLIAM, ZAGUEIRO E LATERAL DO INTER


Ernando: “É difícil de explicar. Estávamos melhor,controlando o jogo, eles tiveram um chute e depois teve o pênalti. Não desistimos, tiveram poucas chances de chegar ao nosso gol, fiz o gol de empate, temos que ter a cabeça boa nesses momentos difíceis. Errar pênalti no fim, bola na trave. Temos um turno para sair desta situação”.

William: “Está difícil de botar a bola para dentro. A bola não quer entrar. O Valdívia é o batedor do nosso time, mas todo mundo erra. Todo mundo tem seu dia que erra. É continuar treinando”.

(Foto: Ricardo Duarte/Internacional/Divulgação)


EDUARDO HENRIQUE E DANILO FERNANDES, VOLANTE E GOLEIRO DO INTER


Eduardo Henrique: “Jogamos bem, tivemos chances, eles tiveram um pênalti que para mim não foi. Agora é focar no próximo jogo”.

Danilo Fernandes: “É difícil dizer qualquer coisa. Jogamos bem, não conseguimos fazer os gols. Tivemos muitas chances, mas no futebol não há justiça”.


RICARDO GOMES, TÉCNICO DO SÃO PAULO


(Foto: Rubens Chiri/São Paulo/Divulgação)

“Com pouco tempo de trabalho, não vou encontrar esse rendimento na frente. É um cenário diferente, o Inter queria ganhar a qualquer custo, são 12 jogos sem vencer. O jogo não foi bonito. Eles tinham essa premissa de ganhar na raça e quase conseguiram. Não tivemos transição de meio e ataque, não tivemos oportunidade de criação, criamos muito pouco. Tivemos pouca posse de bola e espero, de alguma forma, trazer aquele São Paulo da Libertadores, esse nível tem que voltar”.

“Eles estiveram com dois treinadores e é claro que, quando se muda o comando, o jogador fica na dúvida. É uma fase de transição. Mas, mesmo assim, eu esperava mais do nosso time”.

“Eu já tinha falado na minha apresentação que em 15 ou 20 dias a gente saberia em qual setor a gente iria brigar. Não dá (para definir agora). Eu acho que a gente vai brigar lá na frente”.


MAICON, ZAGUEIRO DO SÃO PAULO


“Não pode falar com o Raphael Claus,no jogo inteiro ele grita com a gente, reclama, aí a gente não pode falar com ele na boa. Foram três bolas na mão deles e contra nós ele marca, sempre contra nós. A gente joga no calor, contra o Flamengo, contra ele. Depois somos punidos. Os caras do Flamengo chegam e ele pisca e dá sorrisinho”.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook