Últimas

Família de soldado morto no Rio não vai doar órgãos para transplante

A mãe do soldado Hélio Vieira de Andrade, 35 anos, Marta Vieira, esteve no Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, para tratar dos documentos para traslado do corpo do filho para Roraima, estado natal do militar, e decidiu que a família não vai doar os órgãos do soldado para transplante.

Hélio Vieira teve morte cerebral e ficará ligado a aparelhos no hospital até que os demais órgãos parem de funcionar. A mãe do policial estava acompanhada do irmão da vítima, Edmilson Vieira. O cunhado, Antônio Deydson, chegou ao Rio ontem à noite. Nenhum deles quis dar declarações sobre a morte do militar.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook