Festa de 10 anos da Libertadores teve homenagem a Fernandão


Treinador Abel Braga orientou o menino antes de entrar em campo, em cena que lembrou o comandante com o ídolo

Com a camisa 9 e recebendo a braçadeira de capitão, aos exatos nove minutos do segundo tempo, o filho de Fernandão, Enzo, jogou até os 35. Com placar de 6 a 3 para o time dos Heróis de 2006 venceu, com gols do garoto de 13 anos, de Bolívar, Iarley, Renteria, Gabiru e Tinga. Valdomiro, Jajá e Dadá Maravilha fizeram para os Craques.

Aos 24 minutos da etapa complementar, o garoto que havia trocado passes rápidos em jogadas anteriores, dominou a bola e tentou o chute, que acabou nas mãos do goleiro. Aos 25, o garoto recebeu passe e cara a cara com o goleiro, tocou no canto, ampliando o placar.

“Bonita a festa, a homenagem que fizeram para o meu pai, eu gostei muito. Saber que estou jogando onde meu pai um dia jogou é uma alegria muito grande”, disse Enzo à repórteres.

Os dois times, junto da torcida e do árbitro Márcio Chagas, que seguidamente inverteu marcações, foi uma festa. O jogo foi uma grande celebração, com direito à volta olimpíca e levantamento de taça ao final da partida.

 


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook