Últimas

Festa e mais festa – a repercussão da inédita medalha de ouro do Brasil

Seleção venceu a Alemanha nos pênaltis e conquistou único título que faltava para o vitorioso futebol brasileiro. Confira o que os personagens do jogo disseram após o feito!


WEVERTON


 Lucas Figueiredo/MoWA Press

“A ficha não caiu ainda, vai demorar um pouquinho, foi uma luta muito grande. Era algo que o futebol brasileiro não tinha, o futebol mais vitorioso do mundo, e hoje a gente preencheu esse espaço que faltava.”

“A equipe toda está de parabéns, a comissão técnica, todo mundo pelo trabalho que foi feito, a gente sabe o que a gente sofreu aqui no começo por não vencer. Hoje todo mundo viu um jogo muito difícil, contra um time muito bom. A gente conseguiu segurar o tempo que deu e conseguiu ir pros pênaltis e já era pra mim ter conseguido defender, na primeira e na segunda passou perto, mas como Deus sempre guiou, foi na hora certa.” 


MARQUINHOS


 Quinn Rooney/Getty Images

“A gente confiou em tudo e a gente deu a volta por cima. E nesse momento, os humilhados foram exaltados. Muito obrigado rapaziada, e ‘vamos que vamos.”


GABRIEL JESUS


 NELSON ALMEIDA/AFP/Getty Images

“Eu pensei nesse momento desde que a gente estava lá na Granja e o Prass foi cortado. Eu fiquei muito triste, pensei que ia fazer a melhor homenagem, porque ele merece.”


RENATO AUGUSTO


 Lucas Figueiredo / MoWA Press

“Acho que ainda não caiu a ficha. Só sei que na hora dos pênaltis, eu pensei: ‘os deuses do Maracanã não vão fazer isso comigo’, então eu só beijei a tatuagem e falei ‘agora vai’.”  

“Eu sou um cara muito privilegiado, no momento eu não sei nem explicar o que eu estou sentindo, mas primeiro eu queria agradecer a minha família, porque sem dúvidas aqui sem eles eu não conseguiria chegar onde eu cheguei. E principalmente em momentos difíceis dentro da competição, foram as pessoas que me deram apoio e me trouxeram de volta, então, a minha família foi muito importante.”

“Eu não sei (se muda o status do que aconteceu na Copa do Mundo). Eu só sei que a medalha está aqui, e essa eu vou guardar com muito carinho.”


GABRIEL BARBOSA – GABIGOL


 Felipe Oliveira/Getty Images

“A gente sabia que a gente tinha um time muito bom, mas precisava correr um pouco mais, precisava caprichar um pouquinho mais e eu acho que foi isso que a gente fez. Em nenhum momento a gente desacreditou ou duvidou. Então a confiança do grupo foi importante.”

“Isso é coisa da imprensa, não tem rivalidade nenhuma. Ele (Fernando Prass) é cara excepcional, queria muito que ele estivesse aqui, é um cara muito experiente e a gente sentiu muita falta dele. Então a gente espera que ele possa se recuperar o mais rápido possível, e esse ouro também é dele.”

“Eu tentei dar o meu máximo, e na minha opinião eu fui muito bem. Eu tentei marcar, eu tentei ajudar, assim como todos fizeram. Eu acho que o nosso time no geral foi muito bem e claro que a gente espera pela convocação, mas se não vier, eu vou esperar e vou trabalhar bastante.”


GOAL VEJA TAMBÉM: GOAL
Crônica: Brasil x Alemanha | A partida de Neymar x Alemanha  | As melhores imagens de BRA x ALE



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook