Últimas

Geneton Moraes Neto ganha homenagens em missa de sétimo dia

Missa Sétimo Dia Genetom (Foto: Anderson Barros/ EGO)Missa Sétimo Dia Genetom (Foto: Anderson Barros/ EGO)

Amigos e familiares compareceram à missa de sétimo dia do jornalista Geneton Moraes Neto realizada nesta segunda-feira, 29, na Igreja Nossa Senhora da Conceição, na Gávea, na Zona Sul do Rio. Geneton morreu aos 60 anos, nesta segunda-feira, 22, após complicações de um aneurisma dissecante na aorta.

Ao chegar ao local, por volta das 10h da manhã, a filha Clara falou sobre a perda: “Vamos fazer uma homenagem breve e singela. Meu pai era um homem muito discreto e queremos que tudo seja do gosto dele. Até porque ainda não tivemos temos cabeça para absorver essa morte ainda. Ontem, fiquei bastante emocionada ao ver as homenagens para ele exibidas na TV”.


Viúva emocionada no velório
O velório, que aconteceu em crematório na Zona Portuária do Rio, reuniu amigos e colegas de trabalho. Emocionada, a viúva de Geneton, Elizabeth Garson Passi de Moraes, falou sobre os 34 anos que passou ao lado do marido. “Foi um grande companheiro de vida. Nossa relação era baseada no afeto, no amor e no carinho. Estou ainda muito abalada”, declarou ela acompanhada dos filhos, Joana, Clara e Daniel, filhos de Geneton Moraes.

Vida e carreira
Geneton começou na Globo no início dos anos 1980 e foi editor dos telejornais mais importantes do país. Trabalhou no RJ-TV, foi editor-executivo e editor-chefe do Jornal da Globo, editor do Jornal Nacional, repórter e editor-chefe do Fantástico. Nos últimos dez anos, produziu reportagens especiais para a GloboNews.

O jornalista também assinou documentários, longa-metragens e 11 livros-reportagens. Em 2010, dirigiu o documentário “Canções do Exílio”, exibido no Canal Brasil, com depoimentos de Caetano Veloso, Gilberto Gil, Jorge Mautner e Jards Macalé. Em 2012, dirigiu seu primeiro documentário de longa-metragem produzido pela GloboNews – “Garrafas ao Mar: a Víbora Manda Lembranças”.

Entre seus diversos livros, destacam-se “Hitler/Satalin: o Pacto Maldito”; “Nitroglicerina Pura” (esse dois foram em parceria com Joel Siveira); “O Dossiê Drummond: A Última Entrevista do Poeta”; “Dossiê Brasil”; “Dossiê 50: os Onze Jogadores Revelam os Segredos da Maior Tragédia do Futebol Brasileiro”; “Dossiê Moscou”; “Dossiê História: um repórter encontra personagens e testemunhas de grandes tragédias da história mundial”; e “Dossiê Gabeira”.

 


Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook