Últimas

Guia eleitoral no rádio e na TV começa sem surpresas

Com o início do horário eleitoral gratuito no rádio e na TV, nesta sexta-feira (26), os candidatos puderam apresentar um pouco mais suas propostas, intensificando a campanha eleitoral. No caso dos postulantes à prefeitura do Recife, o primeiro guia televisionado foi marcado por discursos de melhoria nas condições de vida da população.

O atual prefeito e candidato à reeleição Geraldo Julio (PSB) lembrou que o país está passando por muitas dificuldades, mas ressaltou que os problemas nacionais não devem interferir no contexto local. “As confusões lá de Brasília não podem tirar nossa esperança, nem nosso ânimo, porque numa eleição o futuro da cidade e a qualidade de vida das próximas gerações é que estão em jogo”,
disse, destacando que, desde o ano passado, tem “sido provocado a iniciar a campanha antes da hora”.

Em seu discurso, o socialista defendeu, ainda, a continuidade de “uma mudança que já começou e que está trazendo resultados”. Reforçou que, para compreender a cidade, é preciso estar nas ruas, em contato direto com a população. “Claro que a gente fica feliz quando a gente entrega uma grande obra, mas é muito melhor quando a gente vê a vida de uma pessoa transformada”, disse. Como esperado, o gestor lembrou das intervenções que fez ao longo dos últimos quatro anos, citando a implementação das faixas azuis, das Academias Recife, do Passe Livre estudantil, do ProUni Recife, entre outros.

Ex-prefeito do Recife por oito anos (2000 a 2008), João Paulo (PT) adotou um discurso em que relembrou suas ações à frente do Executivo municipal. “Tenho muito orgulho de ter cuidado das pessoas e ter feito a cidade avançar em todas as áreas”, disse, citando números: segundo o petista, foram entregues mais de 4,5 mil casas durante sua gestão, e foram realizadas mais de 3 mil obras no
morro. “A educação ganhou prioridade com novos professores e laboratórios digitais. A saúde foi recorde na redução da mortalidade infantil. Com o turismo e cultura, geramos milhares de empregos.”

Candidata pelo DEM, a deputada estadual Priscila Krause, que já havia antecipado seu guia nesta quinta-feira (25), nas redes sociais, reforçou que sua campanha será “objetiva” e “pé no chão”. “Não vou prometer o que não posso cumprir. Estou andando por todo o Recife, para falar com cada pessoa da rua e das redes sociais.”

O deputado federal Daniel Coelho, candidato pelo PSDB, enfatizou que o Recife precisa construir “uma nova ponte”. “Hoje a cidade está diante de outro desafio, e mais do que nunca o Recife precisa criar um novo caminho, construir uma nova ponte que nos leve definitivamente a um novo tempo”, disse, defendendo que a gestão seja independente e possa “trabalhar com os melhores
profissionais do Recife sem precisar agradar os partidos aliados”. O tucano defendeu ainda que a próxima gestão “coloque o que já existe para funcionar” e “não abandone obras importantes apenas porque elas foram feitas por adversários”.

Devido ao pouco tempo de guia (17 segundos), o candidato do PV, Carlos Augusto, adotou um discurso curto, iniciado às margens do Rio Capibaribe. O local, de acordo com ele, é o “ponto de partida para uma cidade segura, saudável e humana”. O postulante garantiu, também, que vai “jogar limpo” com o Recife e que continuará ouvindo a demanda dos cidadãos.

Com o segundo menor tempo (13 segundos), Edilson Silva (Psol) chamou os eleitores para as redes
sociais. “Infelizmente a gente só tem 13 segundos aqui na TV para mostrar nosso projeto para o Recife. Ufa… ainda bem que eles não conseguem diminuir nosso tempo na internet. Acesse o site e seja a mudança”, disse um locutor, bem rapidamente.

Candidata pelo PSTU, Simone Fontana teve o menor tempo de guia, com 7 segundos. “Basta de desemprego e inflação. Fora Temer e Geraldo Julio”, resumiu


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook