Últimas

Ídolo do Liverpool diz que Philippe Coutinho pode chegar ao nível de CR7 e Messi

Na opinião de Emile Heskey, o meia-atacante dos Reds possui uma habilidade fenomenal

Philippe Coutinho começou a temporada 2016-17 da Premier League de forma monstruosa. O brasileiro fez dois gols na vitória por 4 a 3 do Liverpool sobre o Arsenal, e recebeu grandes elogios de um ídolo dos Reds.

Na opinião de Emile Heskey, o meia-atacante brasileiro possui talento suficiente para chegar ao mesmo nível de Lionel Messi e Cristiano Ronaldo.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
City ‘atropela’ na Champions League | UCL: brasileiro decide para time alemão | FIFA 17: novidade para Messi


É isso mesmo que você leu. Para o atacante, que defendeu o Liverpool de 1999 até 2004, o jogador revelado pelo Vasco da Gama e com passagem pela Internazionale só precisa de uma coisa para entrar na lista dos melhores do mundo: constância.

Heskey, nos tempos de Liverpool (Foto: Getty Images)

“Eu acho que ele tem essa habilidade”, disse, relacionando Coutinho a Messi e CR7. “Acho que ele tem tanta habilidade quanto eles, e nós vimos um pouco. Precisamos ver mais, com mais constância agora. Ele tem habilidades fenomenais”, afirmou para o Omnisport.

(Foto: Getty Images)

“Eu vi quando ele estava na Inter, e alguns dos vídeos de lá, dos treinamentos… wow!!! Ele é um jogador fenomenal. E alguma das visões que ele tem… você sabe quando está se aproximando de alguém, e você acha que vai conseguir chegar. E a pessoa consegue fazer um truque, e você fica pensando: ‘como ele fez isso, e como sabia que eu estava vindo por trás?’ Você acaba pensando que a pessoa tem olhos atrás da cabeça. Ele tem esse tipo de visão”.

“Esses jogadores aparecem só uma vez na vida, para dizer a verdade. Ele é um jogador fenomenal, é por isso que vai aparecer times interessados nele. Mas ele é um jogador incrivelmente importante para o Liverpool”.

“Ele ainda é muito jovem, para falara verdade, mas precisa atingir um nível mais alto. Acredito que ele pode conseguir isso, mas é uma questão mental. Não de talento. Sabedoria mental, é o que temos que perguntar”, concluiu.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook