Lidiane Leite reassume prefeitura de Bom Jardim após liminar judicial

A prefeita afastada de Bom Jardim, cidade a 275 km de São Luís (MA), Lidiane Leite (PP), reassumiu o mandato após conseguir uma liminar judicial. A decisão do juiz da 2ª Vara da Justiça Federal no Maranhão, Magno Linhares, revoga a determinação que impedia Lidiane de circular no prédio da Prefeitura bem como nas dependências de secretarias municipais de Bom Jardim.
O presidente da Câmara Municipal de Bom Jardim, Arão Silva (PTC), por meio de ofício no dia 05 de agosto, convocou a gestora para reassumir o cargo de prefeita do município. A cerimônia de posse foi prestigiada por vereadores e representantes de diversos partidos.
Lidiane foi afastada da prefeitura em agosto do ano passado. Passou 39 dias foragida antes de ser presa Polícia Federal na Operação Édin, acusada de desvios milionários da educação. Após 11 dias encarcerada, foi solta pela Justiça sob a condição de uso de uma tornezeleira eletrônica.
Apelidada de “prefeita ostentação”, Lidiane Leita foi eleita “por acaso”. Ela vendia leite para ajudar a mãe e mudou de vida quando começou a namorar um rico fazendeiro, que também foi seu padrinho político.
Depois de eleita, Lidiane passou a ostentar uma vida de luxo na internet. “Eu compro é que eu quiser. Gasto sim com o que eu quero. Tô nem aí pra o que achem. Beijinho no ombro pros recalcados”, comentou na internet. A conduta chamou a atenção do Ministério Público, que passou a apurar fraudes em licitações do município.

Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook