Últimas

Micale parabeniza equipe e diz que "Faltou o gol, o detalhe"

Seleção olímpica brasileira empatou em 0 a 0 com a África do Sul, e treinador afirmou que tem boas expectativas sobre os jogadores, apesar do resultado da estreia

A seleção olímpica brasileira frustrou a torcida ao empatar em 0 a 0 com a África do Sul na sua estreia no Jogos Olímpicos do Rio 2016 nesta quinta-feira (4). Apesar do resultado, o treinador  Rogério Micale parabenizou a sua equipe pela atuação e afirmou que “Faltou o gol, o detalhe”.

“Acredito que fizemos um bom jogo em alguns momentos. Tivemos alguns momentos dentro da partida em que conseguimos controlar. Enfrentamos uma equipe bem postada, forte fisicamente, que apostava muito em bola longa para o Dolly às costas do Zeca e tentando dois para um. Fizeram um jogo de apoio forte em velocidade”, comentou Micale em entrevista coletiva. “Tivemos 15 minutos de ansiedade pela estreia. Acredito ser normal pela responsabilidade que temos. Com um homem a mais, trabalhamos muito na zona onde trabalhamos muito nos 10 dias (ao redor da área rival), e infelizmente tivemos chances, mas não foi possível fazer o gol. Faltou o gol, o detalhe. A equipe está de parabéns, se entregou, e temos ainda uma expectativa muito boa sobre nossos jogadores.”

Lucas Figueiredo/MoWA Press


Confira os outros assuntos abordados na coletiva de Micale:


TORCIDA DECEPCIONADA

“As vaias, a pressão, são inerentes desde o início. Temos que tentar fazer o melhor, como sempre falamos. O apoio é muito importante para nossa equipe e para todos nós. A gente sabe que é difícil, qualquer tipo de competição hoje é importante, complicado. O apoio vai facilitar, motivar os atletas. Temos que estar preparados.” 

COMO RECUPERAR PARA O PRÓXIMO JOGO

“Vou abraçar a equipe. São jovens, apesar de serem importantes e atuarem em grandes equipes. Ninguém gosta de iniciar (com empate) pela expectativa que sabemos haver… é ganhar e jogar bem. Quando temos a sensação de que não ganhamos e não jogamos o esperado por todos, lógico que sentimos um abatimento. Rapidamente vamos nos reerguer, saber que o torneio só se iniciou e por sorte está tudo empatado e tentar avançar. Temos duas partidas ainda para dar resposta da forma que esperamos, à expectativa que temos, e vamos fortalecer isso no próximo jogo.” 

 EVARISTO SA/AFP/Getty Images

NEYMAR

“Neymar é diferenciado, sabe o que representa para a seleção brasileira e tentou fazer o melhor. Temos que olhar que está em um período muito grande de férias, está retornando agora e vai crescer muito durante a competição. Ele está adquirindo isso. Vamos rever o jogo, vamos ver o que podemos fazer para melhorar. Temos momento mais de recuperação. Você entra no torneio e está sem muito tempo para treinar. É conversar. É tentar avançar no que a gente puder. “

TREINOS

“Treinamos e transferimos para situação de jogo que prevíamos. tentamos reproduzir, faltou a questão da bola entrar. equipe muito forte, contra-ataque muito forte, quando saíam no jogo, no contato físico, levavam vantagem em alguns lances, levou dificuldade a nossa equipe”.  

CONTROLE

“Não pode ter abatimento quando tem um resultado que não traz desclassificação, porque não faz parte do processo. Importante é como termina, não como inicia o torneio. Temos que nos fortalecer mais como grupo, que mostrou poder de reação em momentos difíceis, e saio com sentimento de expectativa muito grande e de que fizemos o melhor para esse jogo. Podemos evoluir, avançar, vamos ver o que faltou e tentar corrigir. A gente se recupera o mais rápido possível porque temos dois jogos importantes e ver o que falta para classificação.”

 Celso Junior/Getty Images

GABRIEL JESUS 

“O Gabriel Jesus tentou, mas estava com marcação muito encaixada nele. São jogadores fortes na equipe adversária e que encurtaram muito naquele setor para poder jogar. O Gabriel tentou o melhor dele.”

ADVERSÁRIO DIFÍCIL

“Não foi surpreendente, porque tínhamos enfrentado a África (em março, em Maceió), onde conseguimos 3 a 1, mas com muita dificuldade. Conseguimos 2 a 0 em bolas paradas, e hoje não conseguimos sair na frente para trazer tranquilidade aos jogadores, para se achar melhor. Se jogar como jogou hoje todas as partidas, será uma equipe muito forte a ser batida, e tem grandes chances como todas as outras.”

TIME CRIOU MAIS AO REDOR DA ÁREA

“Tem a ver com a situação de 11 contra 10, com um homem a mais na zona vermelha (ao redor da área) para dar amplitude ao campo. Você gira a bola, busca o centro do jogo. A equipe adversária estava muito fechada, então você tem que gerar a amplitude. Em relação ao primeiro tempo, tivemos dificuldades, sim, e sobre correção conversamos no retorno. A equipe estava um pouco afastada nos setores. Trabalhamos no setor ofensivo, fomos agressivos, mas sem dar tempo necessário para a equipe compactar e trabalhar a bola. No segundo tempo, tentamos melhorar, e quando ficou com homem a mais, ali tivemos as melhores chances e tentamos em algum momento. “

 EVARISTO SA/AFP/Getty Images

RENATO AUGUSTO

“O Renato está participando da temporada normalmente na China. Ele contratou um ‘personal’ para trabalhar, e acho que os números que temos são ótimos, são muito bons. Não compete a mim creditar uma situação de não deslanchar a um ou outro jogador. Foi um contexto coletivo e temos que tratar a evolução coletiva. O Renato, como todos os outros, tentaram fazer o jogo pedido, que cabia fazer, e a expectativa é que ele cresça como toda equipe na sequência.”


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Confira os stats de Neymar contra a África do Sul! | Crônica: Brasil 0x0 África do Sul | Jogador do Flu quer a Seleção!



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook