Últimas

O Diario de todos os jogos olímpicos

Em 1896, Atenas recebeu 240 atletas de 14 nações para os primeiros jogos olímpicos da era moderna. Cento e vinte anos depois, o Rio de Janeiro abriga 10.500 atletas de cerca de 200 países. O evento esportivo cresceu de tamanho e importância e o Diario de Pernambuco registrou, em suas páginas, desde o século 19, histórias de superação e também de dor. Esta tradição vai continuar. O jornal será o único do estado a ter profissionais cobrindo in loco a Rio 2016, com foco especial nos atletas pernambucanos.

Os repórteres Ana Paula Santos e Alexandre Barbosa, da editoria de Superesportes, ficarão no Rio de Janeiro até o dia 21, quando os últimos atletas se despedirão com medalhas, recordes ou apenas boas histórias. Desde Pequim-2008, o Diario apresenta o ponto de vista pernambucano dos Jogos Olímpicos, dentro e fora dos estádios e ginásios. É uma forma de proporcionar aos seus leitores – agora de qualquer plataforma – informação exclusiva. Em solo brasileiro, continuamos a missão. Uma maratona, mas também um prazer. E uma honra.

Esta 31ª Olimpíada já é histórica para os pernambucanos. Começou na sexta-feira, na cerimônia de abertura, com a pentatleta de Afogados da Ingazeira, Yane Marques, sendo a porta-bandeira da delegação brasileira. Ela e mais 15 esportistas de diversas modalidades representarão o estado. É o dobro do que competiu em Pequim, até então o maior número de atletas competidores nascidos na terra dos altos coqueiros.

Keila Costa (salto em distância), Érica Sena (marcha atlética), Cisiane Dutra (marcha atlética), Wagner Domingos (lançamento de martelo), Joanna Maranhão (natação), Etiene Medeiros (natação), Felipe Nascimento (pentatlo moderno), Teliana Pereira (tênis), Cláudia Teles (rugby), Amanda Araújo (rugby), Samira Rocha (handebol), Jaqueline (vôlei), Dani Lins (vôlei), Bárbara (futebol) e Stéphane Verhlé-Smith (hóquei sobre grama) têm diferentes sonhos e objetivos. A dupla de repórteres do Diario contará a epopeia de todos eles. A medalha poderá vir para poucos, mas já são todos vitoriosos. Palavra de honra.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook