Últimas

Palmeiras viverá dilema ao reencontrar Copa do Brasil de tantas glórias e vexames

Com foco na briga pelo título do Campeonato Brasileiro, o time alviverde testará a força do elenco para fugir de vexames e brigar pelo tetra


GOAL Por Allan Brito 


A relação entre Palmeiras e Copa do Brasil é bastante intensa e cheia de emoções diferentes. O time conquistou grandes vitórias e inclusive foi campeão três vezes, mas por outro lado já passou por derrotas duríssimas e vexames. Nesta quarta-feira (30), o time alviverde vai estrear na edição de 2016, contra o Botafogo-PB, e começará a escrever uma nova história, que já tem um dilema: o Palmeiras deve usar ou não força total para buscar o tetracampeonato da Copa do Brasil?


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Palmeiras tem trauma | Cuca elogia G. Jesus | Veja notícias do Palmeiras


Cuca já deu uma resposta parcial sobre isso. No jogo contra o Botafogo-PB, confirmou que será necessário poupar alguns atletas. E ainda deu indícios de que futuramente vai priorizar o Campeonato Brasileiro, em que o Palmeiras é líder: “se for pensar em importância, há 22 anos o Palmeiras não ganha o Brasileiro. Se pudesse escolher, escolheria o Brasileiro”, afirmou ele, em entrevista ao Sportv.

Na prática o departamento médico é que deve decidir algumas escalações de Cuca. Se os principais atletas correrem risco de desgaste excessivo, não jogarão. Mas o clube e a torcida confiam que o Palmeiras tem um elenco de qualidade para fazer esse revezamento dar certo. Muitos jogadores importantes, como Edu Dracena, Egídio, Fabricio, Arouca, Allione e Rafael Marques, não estão jogando com frequência no Brasileirão e devem ser mais utilizados na Copa do Brasil.

Passado de glórias e vexames


Palmeiras reencontrou Asa na Copa do Brasil de 2015 (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

É com esses jogadores tidos como reservas que o Palmeiras tentará evitar uma surpresa na quarta-feira, contra o Botafogo-PB, time da Série C. Mas o histórico de vexames do time paulista é grande. Já aconteceram goleadas históricas para Coritiba (6 a 0) e Vitória (7 a 2), além de eliminações contra equipes menores: Atlético-GO (2010), Ipatinga (2007), Santo André (2004), Asa (2002) e Ceará (1994).

Mas o momento do Palmeiras é de ser otimista, então certamente o time prefere resgatar suas histórias de títulos e grandes campanhas. Em 1998, o primeiro troféu foi conquistado com muita emoção, após um gol de Oséas no fim. Em 2012, um time totalmente desacreditado chegou na final e foi campeão com gol de Betinho. No ano passado, após o time passar por uma enorme reformulação, conseguiu uma campanha valiosa, pois bateu quatro gigantes do futebol brasileiro (Inter, Cruzeiro, Fluminense e Santos) para ser campeão em uma noite heróica de Dudu e Fernando Prass. 

Esta é a lembrança mais recente de um palmeirense quando o assunto é Copa do Brasil. E o desejo de que tudo se repita começará a ser vivido nesta quarta.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook