Paranaense de 16 anos é a primeira brasileira a disputar final da maior feira de ciências do mundo

O projeto de Maria Vit
O projeto de Maria Vitria, intitulado %u201CLeite sem lactose para todos%u201D buscou criar uma cpsula que neutralizasse a lactose sem tirar os componentes nutritivos do leite. Foto: Facebook/Reproduo

A paranaense Maria Vitória Valoto alcançou um grande feito para o país ao se tornar a primeira brasileira a conquistar uma vaga na final do concurso anual Google Science Fair, maior feira de ciências do mundo. A adolescente de 16 anos criou uma cápsula que reduz a lactose do leite, tornando-o consumível para quem não é tolerante à substância. A estudante teve a ideia a partir de estudos que apontam que uma alta porcentagem de pessoas de vários países não produzem em seus organismos a enzima lactase, necessária para digerir o leite de forma adequada. No Brasil, mais de 50 milhões de pessoas sofrem com o problema. Além disso, o custo dos produtos sem lactose costuma ser elevado.

O projeto de Maria Vitória, intitulado “Leite sem lactose para todos” buscou criar uma cápsula que neutralizasse a lactose sem tirar os componentes nutritivos do leite. Após várias tentativas, a jovem produziu uma capsula reutilizável que funciona a partir de temperaturas até 37 ºC que neutraliza a lactose até mesmo de produtos com baixo teor de gordura por até sete dias.

A jovem de Londrina irá disputar o prêmio de vencedora da feira de ciências do Google com outros 15 projetos de mais 8 países (Estados Unidos, África do Sul, Índia, Singapura, Zâmbia, Malásia, Bangladesh e Arábia Saudita) desenvolvidos por adolescentes de 13 a 18 anos. O vencedor leva uma bolsa de estudos no valor de US$ 50 mil. Apesar dela ser a primeira brasileira a disputar a final do prêmio, outros brasileiros já conquistaram sucesso no concurso. Os cearenses João Gabriel Stefani e Letícia Pereira, de Fortaleza, venceram recentemente a etapa da América Latina da Google Science Fair com uma semente que transforma água suja em potável.

Considerada a maior feira de ciências do mundo, a Google Science Fair é uma competição on-line global de ciência e tecnologia aberta a indivíduos e equipes com idades entre 13 e 18 anos. Este ano, o vencedor do Prêmio Principal será anunciado em cerimônia no dia 27 de setembro. O autor do projeto vencedor ganhará uma bolsa de estudos no valor de US$ 50 mil.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook