Prisão subaquática na Estônia é paraíso para mergulhadores

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho - Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho – Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Uma prisão em Rummu, na Estônia, foi transformada em uma espécie de paraíso para os mergulhadores. O lugar fica há pouco mais de 40 quilômetros de Tallinn e perto da base de Ämari NATO, e foi inundado com água da pedreira próxima após a independência do país.

Apesar de ser perigoso – o lugar está cheio de postes de iluminação, arame farpado, equipamento de mineração e galhos por todos os lados – o ponto se transformou em um lugar atrativo para quem gosta de mergulhar.

O fotógrafo Jekabs Andrusaitis fez fotos durante uma visita recente ao lugar. Dá uma olhada:

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho - Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho – Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho - Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho – Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho - Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho – Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho - Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho – Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho - Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho – Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho - Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho – Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho - Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho – Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho - Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho – Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho - Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho – Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho - Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho – Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho - Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho – Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho - Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook

Prisão em Rummu, na Estõnia, atualmente serve como ponto de mergulho – Foto: Jekabs Andrusaitis/ Facebook


Fonte: Cenapop.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook