Últimas

PSG dá a Jesé a chance de recuperar sua carreira


Atacante sofreu uma grave lesão e nunca mais apresentou o seu bom futebol no Real Madrid



COMENTÁRIO


Mais um jogador deixou o Real Madrid. Havia uma expectativa alta em Jesé, mas uma lesão frustrou os planos do atacante e do clube, e ele teve que seguir em frente.

Apresentado nesta segunda-feira (8) no PSG – o clube pagou 25 milhões de euros, cerca de R$ 88 milhões -, ele falou com carinho do agora seu ex-clube.

“Madrid será sempre o meu clube, mas eu tinha que sair. Depois de 10 anos, era hora de uma mudança de cenário”, afirmou.

Para os fãs do Real, é um final decepcionante para a história que parecia ser tão promissora. O atacante entrou em cena na primeira temporada de Carlo Ancelotti no comando para se tornar um jogador chave da equipe. Tal era promessa, que ele inclusive ofuscou Cristiano Ronaldo e Gareth Bale em algumas ocasiões, marcando oito gols em 31 jogos.

“Jese é um talento louco e possui apenas 21 anos”, disse Ancelotti em fevereiro de 2014, enquanto o próprio jogador sonhava mais alto: “Eu sonho em ganhar a Bola de Ouro em quatro anos”, disse.

Mas a má sorte parou seu progresso em março daquele ano. Contra o Schalke na Champions, Jese lesionou o ligamento cruzado e perdeu o avanço do Real ao título. Ele ficou fora dos gramados por quase nove meses, e retornou contra o Cornella, na Copa do Rei.

“Eu tive um momento muito difícil. Mas eu acho que as coisas acontecem por uma razão. Talvez eu tive a lesão porque eu precisava aprender e me tornar um jogador de futebol mais maduro”, disse.

Jesé começou a temporada 2015-16 sob o comando de Rafa Benitez, e logo depois impressionou o seu substituto, Zinedine Zidane, marcando um gol importantíssimo no primeiro jogo da Champions League do francês, quando venceu o Roma por 2 a 0.

O jogador realizou 38 jogos, marcando seis gols, mas seria sua última temporada no Santiago Bernabéu. Com Ronaldo e Bale na equipe, a concorrência ficou mais dura. James Rodriguez e Isco não conseguiram encontrar o seu caminho na equipe, enquanto Lucas Vazquez tomou seu lugar.

Com a sua saída confirmada, Zidane deixou a porta aberta para um possível retorno do atacante no futuro.

“Madrid é a sua casa”.

Jese terá que provar seu talento longe do Bernabéu. Mas talvez possa voltar no futuro, como aconteceu com Alvaro Morata, Dani Carvajal e Lucas.

 

 

 


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook