Rafael Ilha sobre paternidade: 'Ensino a valorizar a vida'

Rafael Ilha e filha (Foto: Celso Tavares/EGO)Rafael Ilha e a filha, Laura (Foto: Celso Tavares/EGO)

Rafael Ilha, ex-integrante do grupo Polegar e repórter do programa de Sônia Abrão, vai celebrar seu 13º Dia dos Pais nesse domingo, 14. Apesar disso, o músico, que tem dois filhos, Laura, de 1 ano e 3 meses, de seu casamento com Aline Kezh, e Kauan, de 13 anos, de um relacionamento anterior, está empolgado para celebrar a data. “Eu amo muito ser pai, sou um paizão mesmo, babão, atencioso. Então, comemorar é muito importante pra mim, ainda mais por ter filhos com saúde, felizes, que eu posso proporcionar uma estrutura a eles. Só tenho agradecer a Deus”, diz ele, em conversa e ensaio exclusivo ao EGO em seu apartamento em um bairro nobre de São Paulo. Veja as fotos FO-FAS dele com a filha abaixo.

Rafael só lamenta que na ocasião Kauan não estará presente, já que está morando com a mãe em Florianópolis. “Ele está provisoriamente lá, mas nos falamos várias vezes na semana”, explica.

‘Não escondo meu passado’
Livre das drogas definitamente há 16 anos, Rafael conta que seu primeiro filho nasceu em uma fase muito importante em sua vida, quando ele saiu de sua última internação para tratar seu vício. Ele chegou a usar crack, cocaína, maconha, cola, entre outros entopercentes. “Fiquei quase um ano e meio internado. E o Kauan veio pra me dar uma responsabilidade muito especial, muito gostosa. Era um sonho que eu tinha há muitos anos de ter um filho. Ele me ajudou muito a ter uma vida estável”, lembra ele.

Rafael Ilha e filha (Foto: Celso Tavares/EGO)Rafael Ilha e filha: pai presente
(Foto: Celso Tavares/EGO)

O ex-Polegar, que já escreveu um livro contando sua história, não esconde o seu passado dos filhos e usa tudo que vivenciou para ensiná-los. “O Kauan mexe na internet desde os 6 anos. Ele sabe o que eu passei. E não escondi mesmo pra ele ver como foi ruim, o quanto que eu sofri. Os pais têm que falar a verdade sobre a droga e não ter medo, achar que pode despertar a curiosidade. A gente tem que passar exatamente o que é. Que é terrível, mas que tem drogas que vão dar prazer, servir de iscas pra drogas maiores. Sempre falo a verdade, sou o mais claro possível com esse poço de lama, esse buraco sem fundo que é droga”, desabafa.

Mas Rafael fica tranquilo quanto à educação que deu ao filho mais velho. “Ele é um menino que tem meio asco de droga, álcool. Até pelo vínculo que ele tem comigo, a gente é muito parceiro. Por ver o pai que ele ama tanto ter sofrido muito com a droga, com o álcool. Ele tem um bode gigantesco”, conta ele, que busca passar valores aos filhos desde pequenos: “Ensino a valorizar a vida, o próximo, a ter caráter, educação”.

Meu filho é um menino que tem meio asco de droga, álcool. Até pelo vínculo que ele tem comigo, a gente é muito parceiro. Por ver o pai que ele ama tanto ter sofrido muito com a droga, com o álcool”

Rafael Ilha

Pai babão
Rafael Ilha fica todo babão quando o assunto é a caçulinha, Laura. A menina está naquela fase gostosa de descobrir o mundo e ele faz questão de acompanhar tudo de pertinho. “Ela é muito especial, muito artística, muito dramática, muito carismática. E é uma menina, nunca tinha tido essa experiência. Ela veio de surpresa, não estávamos esperando, mas foi muito bem-vinda”, derrete-se ele, que confessa que a filha é toda espoleta: “Enquanto o Kauan é calmo, a Laurinha tem uma energia gigantesca. Veio com espírito de moleque. Dá 50 vezes mais trabalho que o Kauan, mesmo com 1 aninho (risos)”.

O ex-Polegar ajuda a mulher, Aline, em tudo que é possível. “O Kauan só não amamentei porque não podia (risos). Cuido dele até hoje, sei das minhas responsabilidades. Com a Laurinha, fui eu que ensinei a Aline a trocar fralda, dar banho. Sou bem participativo na criação deles”, garante.

Rafael Ilha e filha (Foto: Celso Tavares/EGO)Rafael Ilha e Laurinha (Foto: Celso Tavares/EGO)

Ciúme e mais filhos
Pai de primeira viagem de menina, Rafael não se considera ciumento.“A Laura é muito bonita, carismática, mas sei que ela vai crescer, namorar, se apaixonar, sofrer. Sou muito zeloso, mas sei que não tem como blindar. Ciúme é até um egoísmo. Eles vão sofrer, a gente vai estar ali pra consolar, orientar, mas eu nunca vou ser um pai que boicota, proíbe. Ela vai ter a vida dela, ele (Kauan) a dele”, admite.

O ex-Polegar não pretende aumentar a prole. “A fábrica fechou (risos). Porque eu posso cuidar dos meus filhos, dar a eles uma educação de qualidade, e poder dar toda uma estrutura financeira, material, necessária. Então é o número certo, parei”, avisa ele.

Rafael Ilha e filha (Foto: Celso Tavares/EGO)Aline Kezh e Rafael Ilha com a filha, Laura (Foto: Celso Tavares/EGO)
Rafael Ilha e filha (Foto: Celso Tavares/EGO)Rafael Ilha se diverte com a filha (Foto: Celso Tavares/EGO)
Rafael Ilha e filha (Foto: Celso Tavares/EGO)O ex-Polegar é um paizão (Foto: Celso Tavares/EGO)
Rafael Ilha e filha (Foto: Celso Tavares/EGO)Rafael Ilha e Laurinha (Foto: Celso Tavares/EGO)
Rafael Ilha e filha (Foto: Celso Tavares/EGO)O ex-Polegar assume: a filha é uma espoletinha! (Foto: Celso Tavares/EGO)
Rafael Ilha e filha (Foto: Celso Tavares/EGO)Rafael Ilha em momento de carinho com Laurinha (Foto: Celso Tavares/EGO)
Rafael Ilha e filha (Foto: Celso Tavares/EGO)Rafael Ilha: ‘A Laura é muito bonita, carismática’ (Foto: Celso Tavares/EGO)
Rafael Ilha e filha (Foto: Celso Tavares/EGO)Rafael Ilha: ‘amo ser pai’ (Foto: Celso Tavares/EGO)

 


Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook