Últimas

Rodrigo Maia reúne em jantar Renan, Aécio, ministros e líderes partidários

A menos de 24 horas do início do julgamento do impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, recebe em sua casa, nesta quarta-feira à noite, ministros do governo Michel Temer e integrantes da cúpula do PMDB e do PSDB, entre eles os presidentes do Senado, Renan Calheiros, e do PSDB, senador Aécio Neves, os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima.

O presidente interino, Michel Temer, também foi convidado para o jantar. O encontro é um desdobramento da reunião ocorrida na semana passada, em São Paulo, entre a equipe econômica e lideranças parlamentares, e que tratou da limitação dos gastos públicos para 2017, mesmo antes da aprovação da proposta que tramita sobre o tema. Por esse motivo, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, também deve comparecer à residência oficial da presidência da Câmara.

Nesta quinta-feira, às 9h, com presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandovski, no comando da sessão,  o Senado começa a julgar a presidenta afastada por crime de responsabilidade, que fundamenta o processo de impeachment. Nos próximos dias, testemunhas indicadas pelos autores da denúncia de impeachment e pela defesa de Dilma serão ouvidas, assim como ela própria, na próxima segunda-feira.

Os líderes do governo na Câmara, André Moura (PSC-SE), e no Senado, Aloysio Nunes (PSDB-SP), também irão ao jantar, assim como o líder do DEM no Senado, Agripino Maia (RN). O governo tem procurado negar a existência de qualquer mal-estar com o PSDB depois das divergências quanto ao reajuste dos salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal, que causaria um efeito cascata.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook